segunda-feira, 23 de setembro de 2019
Nada Pop

Uma década de Garrafa Vazia mostrando o punk do interior paulista

Garrafa Vazia – Foto: Stephanie Guardia

“Corotinho I Love You” é uma das frases mais engraçadas que você poderá ouvir na clássica música “Corotinho”, da banda de Rio Claro (ou Hell Claro, para os íntimos), vinda do interior paulista, e batizada de Garrafa Vazia. Celebrando uma década de existência em 2019, a banda com o vocal marcante de Mário Mariones não está nenhum pouco interessada em se aposentar.

Dois videoclipes recentemente lançados pelo Garrafa marcam a trajetória da banda no melhor estilo “faça você mesmo!”. Sem uma produção com elevados recursos monetários, aqui a ideia é o minimalismo, ou seja, o menos é mais. Assim como a atitude da própria banda que ao longo de uma década de correria também leva nessa bagagem muita diversão.

O primeiro clipe, com o belo nome de “Abraça O Poste”, contém cenas filmadas durante um prosaico passeio de bicicleta pelas ruas da roça. Já “Eterno Desempregado”, é bem lo-fi e cativante, é assinado por Stephanie Guardia, em imagens do making of das fotos para a contracapa e encarte do novo trabalho da banda.

Porém, se “Abraça o Poste” e “Eterno Desempregado” tem seu nascimento num processo audiovisual enxuto, a gravação das músicas em estúdio mostra caminho oposto: a produção é de primeiro mundo, colocando a banda num novo patamar. Da captação à masterização, feita na Europa, tudo é impecável.

As canções foram produzidas no luxuoso Lab Sound, na cidade de Piracicaba, sob o comando de Max Matta, que estudou no lendário Abbey Road, e Rodrigo Bigga, experiente mestre da canção, audiófilo monstro, e integram “Cirrose”, segundo álbum do Garrafa.

Sucessor do primeiro disco, Corotinho, “Cirrose”, virá num vinil de dez polegadas, em 14 empolgantes canções, irreverentes, com melodias e refrões grudentos, pra animar qualquer festa.

O vinil novamente foi prensado na Europa, e em breve estará disponível para venda por aqui, e também em todas plataformas digitais. O lançamento é mais uma vezes exclusivo pela Neves Records, que deu todo suporte para o quarteto punk rock da roça.

Assista os dois videoclipes e leia o depoimento de Mário Mariones, fundador da banda, sobre o novo álbum e a tour de dez anos da banda. “Gravamos todas as músicas em três madrugadas. Somos experientes em estúdio, então, encaramos o desafio com naturalidade. E estamos muito satisfeitos. Como sempre fui apaixonado por melodias e livros, creio que finalmente nesse disco a produção evoca com primor toda nossa identidade contido nesses preceitos que evocam nossa linguagem – que me conduzem a esse estado de sonho vivo”, explica.

Garrafa Vazia – Stephanie Guardia

Mário continua e dessa vez conta como a música entrou na sua vida. “O rock and roll e seus três acordes, assim como o punk rock, são a essência da minha vida. Ao lado dos meus companheiros, vamos continuar compondo, caindo na estrada, gravando discos. A música deve ser venerada, porque ultrapassa a morte, a música injeta poesia na jugular dos nossos dia, a música é o sambarilóvi bálsamo da alma. E nossa tour de dez anos passará por diversas cidades, sendo uma verdadeira celebração ao real espírito ‘faltou folia, Garrafa Vazia, chefia!'”, conclui Mariones.

Em dez anos de banda, o grupo é muito gratos pelo carinho dos fãs. “É muito louco ver a quantidade de pessoas que curtem as músicas, vestem a camiseta da banda, e cantam junto as canções. Isso, evidentemente, não tem preço. Outra coisa foda é o reconhecimento dos nossos heróis, as bandas que nos inspiraram. É coisa de outro mundo, chefia!”, conta.

Agora sim, Garrafa Vazia já tem um novo repertório inédito para um disco novo. Com duas guitarras as músicas vão ficar ainda mais empolgantes! E que venham mais 10, 20 anos! A sensação de completude dá o tom dessa década barulhenta, envolta em punk rock, bailão e um bom refrão, um bom devaneio, e o eterno espírito de celebração entre amigos de verdade.

Garrafa nas redes sociais: Spotify | YouTube | Facebook | Instagram

Gostou desse Post? Compartilhe!

Sobre o autor

Maurício Martins

Jornalista, pai da Maria Stella, fã de quadrinhos e ficção científica. Aficionado por música, especialmente pelo punk e hardcore. Também é idealizador e editor do Nada Pop.

%d blogueiros gostam disto: