Punk no Hangar e histórias de uma primeira vez

São cinco da tarde, tô esperando a Debi, “minha fotógrafa”, na estação Armênia com um frio na barriga e uma inquietude surpreendente, o meu coturno começa a incomodar. É estranho, acho que é o nervosismo, depois de 10 minutos ela [...]

maio 26, 2015 Resenhas