quinta-feira, 20 de junho de 2019
Nada Pop

Big Stone Crew e o álbum “Legacy” (2015)

É sempre bom perceber a qualidade de uma gravação, o esmero em fazer bem feito, uma banda que se preocupou com todas as nuances do álbum e, ainda por cima, com boas letras e sem soar defasado. Um álbum “gostoso” de ouvir, que quase soltou uma lágrima dos meus olhos por me fazer lembrar da sensação de ouvir pela primeira vez o “Dookie”, do Green Day.

A nostalgia por lembrar de um álbum histórico, mas a mesmo tempo sendo algo novo foi algo estranho de perceber. A Big Stone Crew não é um novo Green Day, mesmo com as referências, mas possuem características que denotam, além do pop punk, um pé esquerdo no surf music e um pé direito no hard rock. Ou seriam mãos?

Com origem em Porto Alegre, a banda surgiu em 2013 e tem influências que passam por Descendents, Ramones, Bad Religion, Social Distortion, Offspring até AC/DC, Motorhead e Guns n’ Roses. Nunca pensei que citaria Guns n’ Roses no Nada Pop, enfim.

O álbum “Legacy”, lançado em fevereiro deste ano, nasce com uma intenção que muitas bandas deveriam pensar mais vezes: um álbum, quando lançado, deixa de ser da banda e passa a ser do mundo.

Um detalhe interessante do “Legacy” é que ele foi gravado pela própria banda, porém masterizado no The Blasting Room por Jason Livermore. O estúdio fica em Fort Collins, no Colorado (EUA), e seu proprietário é, além do próprio Jason, o Bill Stevenson (preciso dizer quem ele é?). Para ter uma ideia, já passaram por esse estúdio bandas como Alkaline Trio, NOFX, The Bouncing Souls, Rise Against, Propagandhi e, obviamente, o próprio Descendents.

O álbum, todo em inglês, contrasta com os outros projetos dos integrantes, que possuem bandas que cantam em português, como Tequila Baby, Os Torto, Pernalonga e Reativos (dessas conheço apenas o Tequila mesmo, mas procure pelas outras também, eu vou).

A banda não nega que possui interesses de ampliar a divulgação do álbum também no exterior. Talvez consigam isso até de forma fácil, pois são 11 faixas que você escutará com grande prazer. Formada por Wagner Donat (voz e baixo),
Will Bradford (guitarra), Davi Pacote (guitarra) e Neb (bateria), é provável que você tenha um nova banda preferida.

Curta a página da banda clicando AQUI. Abaixo você terá TODAS as opções disponíveis para ouvir o álbum onde você quiser (clique e será direcionado):

Youtube | iTunes | Google Play | Deezer | Amazon Music | Spotify | Rdio​

Gostou desse Post? Compartilhe!

Sobre o autor

Maurício Martins

Jornalista, pai da Maria Stella, fã de quadrinhos e ficção científica. Aficionado por música, especialmente pelo punk e hardcore. Também é idealizador e editor do Nada Pop.

%d blogueiros gostam disto: