segunda-feira, 10 de fevereiro de 2020
Nada Pop

Podcast conta a história da vida de músicos do underground

Danilo, preparado para gravar o podcast “O Dia Depois de Amanhã…” – Foto: divulgação

Com dez episódios disponíveis no Spotify, o podcast que conta a vida de músicos do underground ganha uma segunda temporada em 2020. O Dia Depois de Amanhã é idealizado pelo Danilo, da banda La.Marca (figura carimbada aqui no Nada Pop). Para a continuação do projeto, ele realizou novas entrevistas e vem forte para o novo ano, inclusive com um estúdio próprio que irá servir também para produzir o podcasts de outras pessoas.

Se você desconhece esse tipo de programa de áudio, saiba que o ouvinte pode escutá-lo na hora que quiser. Esse formato tem crescido no Brasil e dados divulgados pelo próprio Spotify revelam que o consumo desses programas vem crescendo 21% ao mês no país, desde janeiro de 2018.

É possível encontrar diversos podcasts e sobre diversos temas nas plataformas de streaming disponíveis. O programa do Danilo, apesar de não ser o único sobre música underground, é um dos poucos que trazem músicos que vivem o cenário independente, contando sua trajetória e até revelando bastidores (bons e ruins). Vale a pena!

Não deixe de participar do grupo do Nada Pop no Facebook (clique AQUI).

Danilo, conta pra gente, como surgiu a ideia do podcast? Se não me engano, foi de um bate-papo com o Alex, do Statues on Fire, certo?

DANILO – Exatamente, a ideia era para ser um documentário em 2011, mas a grana era curta, faltaram contatos e a ideia do Alex foi engavetada. No ano passado, eu estava querendo produzir um podcast, lembrei da ideia e coloquei em prática, claro que com o aval do dono da ideia.

Como foi a recepção do público em relação a primeira temporada do podcast? Você sente que essa também uma necessidade das bandas, de saber o caminho das pedras e isso também serve como exemplo, por assim dizer?

DANILO – A recepção foi muito boa, a divulgação boca a boca e compartilhada da galera ajudou. Tivemos uma média de 130 ouvintes por episódio, isso sem fazer uma divulgação patrocinada.

A ideia é mostrar mais para o público o que bandas que não estão no circuito das consagradas fazem no seu dia a dia. E colocar as dificuldades que temos pra produzir nossos materiais. Às vezes é fácil para um cara que não está nesse corre falar para quem tem banda o que ele deveria fazer, que poderia fazer igual A, B ou C. A cada episódio mostramos como é a vida dupla, às vezes tripla, de quem toca.

Dá para adiantar alguns nomes nessa nova temporada? E se há novidades na realização do programa para a temporada 2020? E conta aí sobre o seu estúdio, quem quiser gravar um podcast com qualidade também, como aciona os seus serviços?

DANILO – Sobre os convidados eu posso adiantar que eu passei pela baixada santista quando gravei com o Sandro (Cannon off Hate e Sempre) e gravei uma galera que eu admiro muito por lá e que devo voltar em breve pra conversar com mais algumas figuras. Vai ter integrante da minha banda, pois preciso colocar esses caras para falar. Afinal, vendo a vida deles eu acabo me inspirando para fazer o podcast também. E o formato será o mesmo, gostei da fórmula e só devo mudar algumas coisas pontuais. Estamos com a parceira do site Seguimos Fortes, que vai publicar semanalmente os episódios no site, além das plataformas digitais.

E pra finalizar, temos o nosso próprio estúdio pra receber os convidados e também disponibilizar para quem quer gravar os seus podcasts. Só seguir o perfil da produtora no Instagram: @sigaasppirina.

Bora produzir podcast ae galera. Obrigado mais uma vez, Nada Pop, pelo espaço quem sempre dão aos meus projetos.

Gostou desse Post? Compartilhe!

Sobre o autor

Maurício Martins

Jornalista, editor e fundador do Nada Pop. Um dos organizadores do tributo ao SUB e apresentador do podcast Arte Inflama. Aficionado por música, também é facilmente encontrado em lojas de quadrinhos e bares do centro de SP. Siga no Instagram: @sky_ufo82 e @nxdapop