quinta-feira, 20 de junho de 2019
Nada Pop

Perturba Fest – Entrevista Dulino (Perturba)

Neste sábado vai rolar o 6º Perturba Fest em Várzea Paulista. O festival é realizado todo ano em celebração ao aniversário da banda Perturba, que convida sempre algumas bandas camaradas para festejar junto com eles mais um ano de banda. Para saber mais sobre o festival, e das bandas que participam neste ano, conversamos com o Dulino, guitarra da banda Perturba. Aproveite para assistir o clipe da música “Humilde Morador de Rua”, lançado nesta terça-feira.

perturba_fest_flyer

Clique AQUI para ser direcionado para a página do evento no Facebook

ENTREVISTA – DULINO (PERTURBA)

NADA POP – O Perturba Fest é só mais uma desculpa para reunir amigos e beber, certo? Qual a origem do evento e como será neste ano? Quais bandas tocam?

DULINO – Sim, o objetivo sempre foi tocar e encher a cara com os amigos, kkkkkk… Desde o começo da banda, sempre organizamos a comemoração de aniversário, com várias bandas e muita pinga com torresmo. Esse é o sexto aniversário da banda, e por isso serão seis bandas tocando, entre elas estão Desacato Civil, O Mandruvá, Burt Reynolds, Banda De Formatura HC, que é composta por integrantes da Lomba Raivosa e Desacato Civil, Regredidos Do Macaco e o PERTURBA, vai ser estouro isso aí.

NADA POP – Seis anos de banda parece pouco, mas conviver com outros caras, criando melodias e letras, é mais complicado do que se pensa, não? Para quem acha que é só diversão, cite algumas dificuldades que a banda sofre, mas diga o que supera tudo isso.

DULINO – Seis anos são relativamente pouco mesmo, mas a gente tá resistindo. Quando a gente começou tinha uma infinidade de bandas na região que acabaram por vários motivos. Todo mundo sabe que não é fácil conciliar trampo formal com esse trampo que muitos chamam de hobbie, tem que querer de verdade, tem que ralar, investir e correr atrás, a gente já mudou formação, já tocamos desfalcados, já emprestamos membros de outras bandas pra tocar longe, mas sempre estamos lá, não é isso que vai nos parar.

NADA POP – Vi na página de vocês que terá sinuca free durante todo o evento, me diga quem é o mais fraco da banda nesse jogo e quem é o melhor?

DULINO – Sim, sinuca free a noite toda, e na verdade eu não sei quem é o pior viu, todos somos péssimos nisso, apesar do Taverna Snooker Bar ser nossa casa e ter seis mesas de sinuca, geralmente estamos bêbados e não acertamos nada, eu perco até pra minha mulher na verdade kkk.

NADA POP – Conte a respeito do selo Barata Discos, como surgiu e quem faz parte dele? São bandas que se juntaram para lançar seus álbuns, isso?

DULINO – A ideia veio do GUS (Metal No Pombal / Burt Reynolds), com parceria do PERTURBA e do Duda do Regredidos do Macaco, mas o selo tá caminhando ainda, aproveitamos que a gente e o RDM estávamos com os discos prontos e já mandamos bala no Barata Discos. Mas a ideia é de aumentar o cast, lançar banda que tá correndo junto e movimentar o underground na região, coisa que a gente já vem fazendo.

NADA POP – Vocês estão para lançar um clipe, de qual música será o vídeo e nos deem detalhes da produção dele, quem gravou, dirigiu e quem editou. O que se pode esperar do clipe?

DULINO – Vamos lançar o clipe do “Humilde Morador de Rua”, é um som do começo da banda que té no disco “Veja Bem, Caralho”, de 2014. A direção é do Roberto Mamfrim e Natanael Smelan, os caras são feras, fizeram os últimos dois clipes do Hateen, que ficou bom pra caralho, e acabamos conhecendo os caras, e rolou essa parceria, foi feito com muita correria, tudo num dia só e posso dizer que tá muito foda!

NADA POP – Para quem quiser ir ao fest, mas é de outra cidade, qual o melhor caminho ou como faz para chegar?

DULINO – É muito fácil chegar no evento, dá pra você ir pelo cheiro, Taverna cheira Rock, mas dá pra vir de trem também até a estação de Várzea Paulista, o Taverna fica a 5 minutos da estação, atravessa o viaduto já tá lá.

NADA POP – Agradeço o papo, deixe um recado para que está na dúvida de ir ou não nesse fest.

DULINO – Eu que agradeço mais uma vez o apoio de vocês, e esperamos todo mundo nesse PERTURBA FEST que vai ser muito loco, pode ter certeza.

Gostou desse Post? Compartilhe!

Sobre o autor

Maurício Martins

Jornalista, pai da Maria Stella, fã de quadrinhos e ficção científica. Aficionado por música, especialmente pelo punk e hardcore. Também é idealizador e editor do Nada Pop.

%d blogueiros gostam disto: