domingo, 22 de setembro de 2019
Nada Pop

O número 3 como ponto de chegada, mas não de partida

Não tenho simpatia por esoterismo. Esse papo de runas, cristais, aura, gnomo, fadinha duende, Xuxa, carioca-aplaudindo-por-do-sol-no-arpoador, puxar um fuminho, marica de durepoxi, ir numa van até São Tomé das Letras, que dizem ter um túnel até Machu Picchu (que é a São Tomé das Letras do Peru), MacLanche feliz, ator e DJ, modelo e DJ, ator modelo e DJ, cozinheiros tatuados, feiras de quadrinhos e editoras independentes, merda de barzinho de samba rock na Vila Madalena que toca Seo Jorge pra pleibói cheio de dente branco dançar, gente que vai em sambinha e entende de vinho, etc…

…mas, tenho que assumir, o número “3” (três) tem algo de esotérico.

Temos as três marias, o tridente do Netuno ou do Cramunhão (que deus o tenha!), semáforo de três fases, a santíssima trindade (pai, filho e espríto santo, é espríto mesmo e não espírito), três medalhas (ouro, prata e bronze), o método dialético (tese, síntese e antítese), os três patetas, o threesome, o ménage à trois, a maionese-catchup-mostarda, Huguinho-Zezinho-Luisinho (chato pra caralho), três pulinhos pra São Longuinho, três pedidos pro gênio da lâmpada e por aí vai!

O conceito de número três… …em inglês, three… …em alemão, drei… …em espanhol, tres… …O SENHOR ESTÁ DORMINDO SEO ZERO CINCO???

Sonhos desconexos.. …com domingos de tupeware, feriados repletos de tampas de plástico cor de laranja para manjar.

Sonho com o anúncio dizendo Botas Imperdíveis, dislexo que sou, entendi Botas Impermeáveis. Comprei e andava com os pés molhados.

Sonho com pornografia institucional, quando na apresentação a pessoa entra na frente da luz do projetor e fica com o powerpoint no peito na cara… …é um bukake institucional!

Vou comprar um CD que tem toda a internet nele, já baixaram tudo e gravaram em um único disco. Tem pra vender na Santa Efigênia, cidade de São Paulo – Capetal… …mas as vezes ele não roda.

Ao acordar penso no número três, como ele evita a dicotomia, o pensamento maniqueísta… …mas aí lembro que o presidente tem 3 filhos, meu argumento cai por terra e o três passa a ser uma coisa de cidadão de bem.

Meu Zeus… …porque me abandonaste!!!

(perceberam que são 3 exclamações?)

Gostou desse Post? Compartilhe!

Sobre o autor

Rafael Moralez

Rafael Moralez é músico, ilustrador e autor da série Peixe Peludo. Conheça seu blog de ilustrações: https://moralezrafa.wordpress.com/

%d blogueiros gostam disto: