terça-feira, 26 de março de 2019
Nada Pop

[lançamento] Baldiøs disponibiliza seu autointitulado EP de estreia

A banda paulistana Baldiøs, formada em 2014, enfim disponibilizou o seu autointitulado EP de estreia. Lançado pela Lixo Discos no final de 2017 e com produção de Demente, da banda Juventude Maldita e Phobia, o álbum conta 6 faixas do mais puro punk rock e irá agradar (quase) todos os fãs do gênero.

O disco abre com “Todo Dia”, que dá o tom do que está por vir: punk rock simples e objetivo, como deve ser, com refrão forte e mensagem de protesto e contestação. O recado é direto: “Todos os dias resistir”. Assim faremos. O baile segue com “Bandeiras”, a mais curta de um EP só com faixas curtas e que conta com uma introdução bem bacana. Uma das minhas favoritas, certamente. Em seguida vem “Sirene”, que aborda o rolé nosso de cada fim de semana: amigos, shows, cervejas, cigarros e todas outras distrações que nos fazem felizes.

A quarta faixa é “Como Devo Ser”, falando sobre os padrões que a sociedade impõe e a necessidade de fugir e resistir a tudo isso. A música ainda conta com um belo solo de guitarra. Na sequência a banda nos apresenta “Voltar”, mais uma que conta com um solo de guitarra e que deixa no ar um recado (ou seria uma ameaça?): “Eu vou voltar pra te abraçar”. A sexta e última faixa é “Cão”, primeiro single disponibilizado do EP. A temática é a violência policial e a política de segurança pública. O título se refere ao policial que, segundo a banda, é o cão do governador. Aqui temos uma das melhores músicas do álbum, com direito a solo de guitarra, passagem de baixo e refrão grudento: “A polícia tá chegando mas dá tempo de correr”.

Para quem se interessar, o CD físico foi lançado em cópias numeradas, com toda a arte do material produzida à mão pela banda. Então não vacila e corra para adquirir a sua!

Ouça o EP:

Se preferir, ouça a banda no Youtube – Clique AQUI. Curta a página da banda no Facebook e siga os caras no Instagram: @baldiospunk

Gostou desse Post? Compartilhe!

Sobre o autor

Guilherme Melo

Publicitário não praticante, guitarrista nas horas vagas, centroavante matador e apreciador de qualquer boteco sujo. Gosta de colecionar discos e k7s e possui um tipo de humor refinadamente bobo.

%d blogueiros gostam disto: