segunda-feira, 27 de setembro de 2021
Nada Pop

Superbrava e o fluxo Natural das coisas em novo EP

Superbrava - Eric Cravo

Na última sexta-feira, 18/6, saiu, pela Artico Music, o segundo EP da Superbrava, intitulado Natural. Mesclando influências do emo, do pop punk e do hardcore melódico, a Superbrava traz cinco músicas que falam de vivências dos próprios integrantes, mas que dialogam com todos nós, afinal, todo mundo tem que lidar, todo dia, com mudanças, escolhas e, no fim, trabalhar a aceitação de ciclos que se iniciam e se encerram, por mais simples ou dolorosos que sejam.

“Compartilhar não te fará menor do que ninguém” – Ininterrupto, primeira faixa do EP.

Capa de Natural. Arte de Alexandre Kool.

Com arte de Alexandre Kool, a capa combina perfeitamente com as letras, especialmente com a faixa-título, representando a necessidade de liberdade para que as coisas fluam naturalmente e que cada um possa ser como é.

“Nessas diversas formas de ser/ Vai ter que aceitar o meu eu natural/ Vou ser natural” – Natural, terceira faixa do EP.

Essa faixa, inclusive, ganhou um lyric video que está disponível no YouTube.

Gravado e produzido por Nando Basseto (guitarrista do Garage Fuzz) e Superbrava entre março a novembro de 2020, no Estúdio Play Rec, em Santos, o EP marca a estreia do guitarrista Vinicius Frutuoso, ao lado de Nathan Motta (baixo), Rodrigo Dido (guitarra), Moisés Alencar (bateria) e Vicente Anacleto (vocal).

“Uma parte desse trabalho a banda já tinha, e a outra bolamos já no meio desse período difícil que todos estamos passando – acabou mudando mais ainda a forma que a gente compôs as músicas, os arranjos, a produção”, comenta a banda.

Natural é o sucessor de Todas as Cores, primeiro EP da banda, lançado em junho de 2019, com sete músicas que falam sobre diversidade, empatia e acolhimento.

*************

Além da campanha no Apoia-se, no qual você pode contribuir com o Nada Pop com qualquer valor a partir de R$ 1 real, nós também voltamos com as camisetas do site. Adquira a sua no site da Peita Preta. Uma porcentagem das vendas será revertida para o site. Compartilhe essa ideia!

Gostou desse Post? Compartilhe!

Sobre o autor

Formada em Letras, fala sobre livros no Instagram, reclama no Twitter e faz listas e resenhas como editora do Nada Pop.

Deixe seu comentário