segunda-feira, 27 de setembro de 2021
Nada Pop

As sessions nacionais mais interessantes de 2020-2021

No final de janeiro deste ano, comentamos sobre algumas das sessions internacionais mais interessantes que assistimos no período da pandemia. Para ler (e ver) o que indicamos, basta clicar aqui. Agora, é a vez da versão brasileira, no qual vamos indicar sessions de bandas nacionais que foram – ao menos em nossa opinião – algumas das melhores no período 2020-2021.

Neste caso, também vamos indicar canais que promovem essas sessions e que estão contribuindo para fomentar o trabalho de bandas independentes, além de desempenharem um trabalho bastante competente, principalmente diante das dificuldades brasileiras. E não nos referimos apenas as questões técnicas, mas de interesse do público realmente. Afinal, somos o país do samba, e não do rock, né? “Somos o nicho do nicho”, como diriam alguns.

Gostaríamos de reiterar que, por mais fãs de música que somos, não conseguimos ver tudo e todos. A sua ajuda para essa lista é fundamental. Sentiu falta de algo? Não gostou da lista? Deixe um comentário e não esqueça de compartilhar, isso nos ajuda bastante.

Combover – Dead Session no Estúdio Aurora

Com uma sátira aos diversos programas mais trashs de auditório do país, a junção entre Combover + RockALT + Estúdio Aurora se transforma em uma das melhores sessions já realizadas na história. Sim, perdoem o exagero, mas é uma verdade.

A apresentação, comemorativa de um ano do lançamento do álbum “Modern Drugs”, do Combover, é carregada de muito humor, irreverência e muita, mas muita referência. Possui uma pegada inspirada também na treta envolvendo o boneco Galerito com o Gil da Esfiha. Lembra? Confira aqui se a sua memória estiver fraca. Essa história foi tão épica que viralizou no mundo todo, com essa briga sendo recriada pela banda americana Protomartyr no clipe de  “Processed By The Boys”.

Combover é um trio de summer-grunge, formado por Don Carlón (Carlos Eduardo Freitas, guitarra e voz), Peter Tocha (Pedro Ishikawa, baixo) e Lorde Garga (Rafael Garga, bateria). Impossível não gostar, a não ser que você se chame Gil da Esfilha.

The Bombers – Mutante Live

Com 25 anos de história, entre diferentes formações e com discos que são uma ode de amor ao rock, The Bombers conseguiu promover um dos shows mais viscerais vistos de forma online em 2020. Em uma conversa particular com o vocalista Matheus Krempel, dias depois desse show virtual, ele assume que a banda não entra em campo se não for para dar o melhor de si e se entregar até a última gota de suor. O que mais me impressionou no The Bombers, durante a pandemia, é que o grupo não parou um instante e – mesmo respeitando distanciamento – buscou se manter produtiva. Então, outras apresentações podem ser conferidas do grupo por aí, mas essa, em particular, pode ser marcada como uma das melhores.

E claro, a produção da Rádio Mutante foi fundamental para a realização do show. A Mutante vem apoiando diversas bandas na realização de lives. Outras apresentações que merecem destaque e realizadas pela Mutante são da banda O Preço (a mais recente até a publicação desta matéria),  da The Red Lights Gang e Asteroides Trio.

Badaroska Live Sessions

Canal do Bandaroska Live Sessions

O canal da Bandaroska tem feito um dos melhores trabalhos na gravação de bandas nos últimos anos. Com dezenas de bandas já registradas, nos surpreende que até a data desta publicação o canal tenha apenas 808 inscritos. Além de ser um belo registro para as bandas independentes, é possível conhecer novos grupos e estar atento ao que vem acontecendo de novo no rock.

Statues On Fire – Virada Cultural 2020

Não acredito que precise dizer muito sobre a apresentação da Statues on Fire durante a live para a Virada Cultura de 2020. Uma das melhores bandas, sempre afiadíssima e com um nível de intensidade sempre lá em cima. Claro, lives não são como um show ao vivo, e nunca serão. Mas não se engane, bandas como a Statues on Fire conseguem sempre surpreender positivamente em qualquer formato que se apresentem. Uma outra banda que mandou muito bem durante a sua apresentação na Virada Cultura foi a La.Marca, para assistir clique AQUI.

Mollotov Attack ao vivo no 74 Club – Live Motim Underground

Diretamente do ABC Paulista, o Mollotov Attack possui o ódio e garra que particularmente gosto de ver e ouvir já há alguns anos. Gravado no 74Club, em Santo André (SP), para a live da Motim Underground, transmitida em dezembro de 2020, a íntegra dessa apresentação pode ser conferida no canal do guitarrista Wagner Cyco. O vídeo é uma parceria com produtora Insanidade Filmes. Lindo de ver e ouvir.

Modern Sound Festival

Não vou mentir, ok? Não sabia o que esperar dessa live, mas a nossa editora Letícia Lopes falou tanto dela que pensei: “Ok, vamos assistir então”. E foi com uma grata surpresa que a sensação intimista da live, com boa parte das apresentações gravadas nos quartos e salas dos próprios músicos, com voz, violão e até teclado, trouxe uma sensação de quentinho no coração. O legal é ver muitas dessas músicas como de fato elas nasceram, sem o aparato eletrônico por trás de gravações em estúdio. Um outro detalhe MUITO importante de ser dito, é que o festival era todo beneficente e com as doações destinadas ao espaço Motim e ONGs LGBTQIA+. Só nos restar dizer parabéns aos envolvidos nesse projeto!

Cigarros Índios – Live Session 2020

Esse rock pop meio adocicado da Cigarros Índios tinha tudo para me desagradar. Mas o grupo soa de forma tão mais original do que a maioria das bandas do gênero dos últimos 15 anos que conseguem chamar a atenção. A qualidade dos músicos da banda tornam as canções iguais a um pôr do sol agradável em um dia de férias, nos fazendo esquecer obrigações e boletos, mesmo com corações partidos e com a sensação de cansaço, nos lembra de como é bom sentir a brisa e até de estar contente sem motivo.

De acordo com a banda, essa live session foi realizada com apoio da Lei Aldir Blanc de Emergência Cultural, para o Natal Encantado, por meio do Departamento de Cultura de Ilha Solteira. Sempre bom lembrar que as bandas precisam ficar ligadas e irem em busca de programas de incentivo. Não é favor nenhum de governos, é obrigação!

Canal Scena

Canal Scena

Meio podcast, meio programa de entrevistas, meio vlogão e de biografias, o canal Scena tem sido muito bacana de acompanhar. De vez em quando os caras trazem umas sessions com bandas de estilo mais extremo do rock e que torna ainda mais “saboroso” seguir o canal.

Sistah Chilli + Música Agosto – Virada Cultural 2020

A junção da cantora Sistah Chilli com a banda Musica Agosto foi bem impressionante e divertida de assistir durante a Virada Cultural de 2020. Para os fãs de dub, reggae e ska, uma das melhores apresentações de 2020.

Ossos Cruzados

Ossos Cruzados é uma banda que mistura hardcore com cinema de terror, folclore e paginas policiais. Em julho de 2020, a banda gravou essa live com apoio do município de São Paulo. Uma forte apresentação e que merece estar nessa lista.

Hardcore Live Fest

O HR LIVE SESSIONS está nessa lista por reunir nomes importantes do cenário hardcore e por ser uma iniciativa importante de movimentação do cenário underground. Entre as bandas que participaram dessa live estavam o Plastic Fire, La.Marca, Caffeine Blues, Cannon Of Hate, Ravel, NDR, Triunfe, Circus e Alamo. Só nos restar dizer “parabéns aos envolvidos”.

Sound Likes Us

Canal Sound Like Us

Como explica o próprio Sounds Like Us, o Discover é um programa do canal gravado no Family Mob Studio, em São Paulo, onde as bandas convidadas escolhem duas músicas para tocar ao vivo: uma autoral e outra de outro(a) artista. Também tem uma entrevista onde a conversa gira em torno da importância da música escolhida na vida dos artistas convidados.

Mesmo sem a frequência de programas que particularmente gostaríamos, é um ótimo canal com apresentadores que entendem do que estão falando, com qualidade excepcional de produção e que me lembra um pouco a KEXP.

Em dezembro de 2020, o Sound Like Us divulgou a sua lista dos “discos mais legais de 2020”. Deixamos essa dica de leitura e ouças as bandas indicadas pelo site.

Os Excluídos – Virada Cultural 2020

Mais uma apresentação diretamente da Virada Cultura de 2020. Os Excluídos são uma banda que desde 1999 fazem um som influenciado por grupos como The Clash, Sex Pistols, Buzzcocks, Ramones e Misfits.

Minha maior crítica ao grupo é a completa displicência com as redes sociais da banda, que chega a ser compreensível diante da única vontade do grupo de tocar e não de se exibir tanto nesses meios. Mas convenhamos, faz falta e meu único objetivo é ver essa banda cada vez mais conhecida.

Motim Underground

Canal da Motim Underground

A Motim Underground vem colocando em prática a junção das palavras esforço, vontade e união. No final do ano passado, o projeto que busca divulgar a música autoral independente realizou a sua própria em dois dias de apresentação e com dezenas de bandas participantes. Um dos canais que vale acompanhar e ficar ligado nas bandas apresentadas pelo canal.

**********

Aproveitando, o Nada Pop está com uma campanha no Apoia-se. Contamos com o seu apoio para continuar esse trabalho. É possível contribuir com qualquer valor a partir de R$ 1 real. Junte-se a nós: https://apoia.se/nadapop.

Gostou desse Post? Compartilhe!

Sobre o autor

Jornalista, editor e fundador do Nada Pop. Um dos organizadores do tributo ao SUB e apresentador do podcast Arte Inflama. Siga no Instagram: @nxdapop

1 Comentário

  1. Wagner Camargo disse:

    É uma grande honra fazer parte de uma lista desse nível. Muito obrigado Nada Pop e muito obrigado a cada banda que segue produzindo e perseguindo o objetivo de um mundo melhor.

Deixe seu comentário