quarta-feira, 25 de novembro de 2020
Nada Pop

Em novo single, Infante ressurge como um abraço de um antigo amigo

Infante - Foto: Júlia Barker

Infante – Foto: Júlia Barker

Existem dias que fica difícil acordar e sair da cama. Uma sensação de dissabor da vida, algo letárgico e que transpassa nossas vontades e que, se não tomarmos o devido cuidado, é capaz de atingir a nossa alma como faca cortando papel de seda. Respiramos fundo, fechamos os olhos rapidamente e depois de alguns segundos levantamos. Travamos por instantes uma guerra íntima e vencemos a batalha, mas não a guerra. Outros dias assim irão existir.

Vale a pena? Afinal, por que insistimos? Boletos, diriam alguns. Mas a verdade é que, mesmo nesses momentos, somos capazes de enxergar algum sentido maior do que nós mesmos. Talvez seja algo até inconsciente… Vivemos e queremos encontrar beleza em dias cinzas, somos capazes de rir de nossas tragédias, chorar em dias ensolarados e nos sobrepor ao cansaço e ao medo da falta até de uma razão para a nossa presença no universo. Somos humanos, demasiado humanos querendo ser de fato espíritos livres, mas sem saber o que fazer com essa liberdade.

Com origem no município de Jundiaí, em São Paulo, a banda Infante já passou pelo Nada Pop quando lançaram em 2015 o EP Murphy. Questionamos se a banda não seria um “Pixies ‘abrasileirado'”. Ainda não sei essa resposta, mas toda vez que ouço a banda sinto algo bom, algo motivador e de incentivo para dias ruins. E olha que a banda sequer busca ser tão otimista assim em suas letras, sendo mais um retrato de como realmente somos no dia a dia, com nossos erros, decepções, vontades de mudar, de ser diferente, mas sem conseguir, tentar e falhar. Não somos tão espertos como pensamos ser e às vezes só queremos um café gelado, nossas roupas velhas e poder viajar.

E esse novo single do grupo, “Vem e Vai”, é praticamente um abraço de um amigo antigo. Ela foi lançada em agosto, mas é a música que me trouxe uma saudade que eu não sabia que já tinha. São aqueles lugares que não pretendemos ficar tanto tempo, mas perdemos a noção da hora e isso se torna uma coisa boa. Aquece o corpo e mostra para o nosso cérebro que é possível se deixar levar por coisas imprevisíveis.

Vem e Vai irá fazer parte do novo EP desse quarteto e que irá se chamar “Retalhos e pensamentos mal costurados”. Estava previsto para setembro, mas deve sair agora, no dia 23 de outubro. Talvez…

Assim que esse trabalho sair pretendemos falar mais sobre o EP. Acesse o Bandcamp do grupo e ouça a discografia da Infante enquanto isso: https://infante1.bandcamp.com.

Aproveitando, o Nada Pop está com uma campanha no Apoia-se, contamos com o seu apoio para continuar esse trabalho. É possível contribuir com qualquer valor a partir de R$ 1 real. Junte-se a nós: https://apoia.se/nadapop.

Gostou desse Post? Compartilhe!

Sobre o autor

Maurício Martins

Jornalista, editor e fundador do Nada Pop. Um dos organizadores do tributo ao SUB e apresentador do podcast Arte Inflama. Siga no Instagram: @nxdapop