segunda-feira, 21 de setembro de 2020
Nada Pop

O punk rock tarado e bipolar da…. Tara Bipolar!

A Tara Bipolar nasce da união de várias bandas do underground de São Paulo. São elas Flicts, Bisk8, Desacato Civil, Sweet Suburbia e Fecaloma. As influências partem de 999, X-Ray Spex, Stiff Little Fingers, Blondie, The Clash e Ramones. Assim, com tudo isso, e como a própria banda se apresenta, surge o som punk rock tarado e bipolar do grupo.

A banda “nasce em um mundo de influenciadores portando uma esperança que não existe, alegrias medicadas, confraternizações protocolares por vídeo-conferência, pouco calor humano e muita voz para capitalistas charlatães e políticos profissionais! Nascidos da distopia do mundo do consumo em uma sociedade com muitas palavras e pouco significado”, anuncia o grupo no release de apresentação.

Gravado no Estúdio Espaço Som e com produção de Henrique Khoury, a masterização do disco foi feita por Wagner Bernardes. A banda ainda conta com o trabalho de Bruno Pavan, na criação do logo, e a capa do disco por Talita Santana.

Apesar do disco ter sido gravado entre novembro e dezembro de 2019, o álbum surge no meio da pandemia com letras que casam muito bem com o atual momento, ressaltando as diferenças sociais, pessoais e de mundo existentes. São dez faixas que ajudam a expressar um olhar com uma lupa em cima da sociedade, de olho principalmente em insatisfações, culpas e contradições do mundo.

Não sabemos ainda o que será do mundo, mas com certeza ele continuará bipolar.

Gostou desse Post? Compartilhe!

Sobre o autor

Maurício Martins

Jornalista, editor e fundador do Nada Pop. Um dos organizadores do tributo ao SUB e apresentador do podcast Arte Inflama. Siga no Instagram: @nxdapop