segunda-feira, 19 de outubro de 2020
Nada Pop

Como o Graffiti e a Música se unem à comunidade para ressignificar seus espaços

Morador da comunidade do Andaraí, Zona Norte do Rio de Janeiro, Alex Ander é um importante ativista e apoiador de iniciativas independentes e de contracultura cariocas.

Inspirado pelo Meeting of Favela (MOF), que é o maior evento de graffiti voluntário na América Latina que acontece anualmente na Vila Operária em Duque de Caxias (saiba mais aqui), e motivado por uma inquietação e desconforto pela forma como o poder público negligencia a cidade, Alex separou a grana que recebeu das férias no trabalho e decidiu unir forças à comunidade local, que havia realizado um mutirão para renovar uma das ruas que dão acesso à comunidade do Andaraí, pintando as paredes, capinando e fazendo um canteiro.

Realizando tudo com trabalho voluntário e recursos próprios, a proposta é ampliar a intervenção dos moradores reunindo desta vez grafiteiros, grafiteiras locais e de diversas regiões da cidade, formando uma grande mobilização de revitalização do espaço no Mutirão de Graffiti do Andaraí. 

Além das intervenções artísticas, o evento ainda contará com a participação de artistas como Dj’s, Mc’s, profissionais que se ofereceram para realizar a cobertura fotográfica, brechós, e uma feira de zines.

O Mutirão vai reunir nomes como Rafael Geraldo, um dos representantes da Trapa Crew, conhecido pelos Flamingos estampados na área portuária do Rio, Guilherme kid, especialista em retratar contrastes das cores fortes, com herança e influência das escolas de samba do subúrbio fluminense, Marlon Chapeleiro, multiartista das ruas do Rio de Janeiro, suas obras retratam cultos religiosos, o trabalho, a boemia, a vida diária de quem é o alicerce do nosso país e da nossa cultura, Ian Raposo, que mistura vários elementos lúdicos em suas obras e algumas referências de bandas punk e de hardcore, Bárbara Farias, uma mochileira das galáxias que vai ancorar na comunidade e trazer a experiência de ter pintado em troca de hospedagem de quando ela fez um mochilão pela América Latina.

A primeira edição do Mutirão de Graffiti do Andaraí acontece neste domingo, 19 de Janeiro, a partir das 10:00 na Rua Paula Brito, 780

Gostou desse Post? Compartilhe!

Sobre o autor

Lety Trash

Lety é editora do Nada Pop, além de guitarrista na Trash No Star, fundadora e produtora na Efusiva Records e MOTIM, um centro de cultura feminista no Rio de Janeiro.