quarta-feira, 16 de setembro de 2020
Nada Pop

[recebidos da semana] Conflito, Tranco, Satan’s a Woman, New Day Rising, Surface, Peoria, além de Casquetaria e Ovu Cuzido

Foto da banda Conflito, por Isabelle Krüger

Mais um recebidos da semana, pois é importante destacar o que as bandas estão produzindo por aí. Vale frisar que recebemos muitos materiais e nem sempre conseguimos nos aprofundar como gostaríamos, mas não quer dizer que estamos publicando esses materiais apenas para cumprir tabela. Mantemos o mesmo respeito e dedicação, mas consideramos válido reunir as informações do que nos chegou em dias passados para mostrar que tem muita coisa acontecendo, que vale se visto e ouvido. Confere abaixo aí.

CONFLITO

Conflito é uma banda de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul e, em minha opinião, esse álbum de lançamento é onírico, lírico e inquietante. Tem uma pegada meio 7 Seconds, mas ainda acho cedo afirmar qualquer coisa a respeito. Essa sensação de improviso misturado com a vontade de agir é inflamável e me instiga a pensar como devem ser os próximos álbuns, EPs ou apenas singles dessa banda que pode ser tudo, menos chata.

“Montamos a banda ali por março [2019], criamos 12 músicas e gravamos isso ao vivo numa tarde de domingo em outubro. Temos uma série de shows a partir de quinta-feira para marcar esse lançamento. O show de lançamento ocorre em Porto Alegre e depois vamos pra uma mini-tour por Santa Catarina”, diz o baixista Wender Zanon sobre a banda. Para ouvir esse trabalho no YouTube basta clicar AQUI.

Esse álbum, com 19 minutos no meio estilo Ramones de ser, foi gravado ao vivo em 20 de outubro de 2019 por Stenio Zanona, no Tung Studio, em Porto Alegre (RS). Foi mixado e masterizado por Jonas Adriano e arte do disco é de Júlia Tarragó (guitarra da banda).

O álbum de estreia será lançado oficialmente nesta quinta-feira (21/11), na Casa Obscura (Rua Garibaldi, 776), em Porto Alegre. O show ocorre a partir das 19h. Os ingressos custam R$5. O evento também serve para arrecadar uma grana pra tour da banda que no dia seguinte irá pra Santa Catarina. Na sexta-feira, dia 22, a banda apresenta o álbum em Florianópolis no Estúdio Decibel (Av. Mauro Ramos, 482). No sábado em Blumenau, na Mansão Wayne (Rua Valdir Kruger, 84). E no domingo, encerram a breve passagem por SC, em Jaraguá do Sul na Hauser Lab (Rua Equador, 59).

TRANCO

Tranco é uma banda paulistana de Hardcore/Metal, formada no início de 2017 com a proposta de fazer um som visceral, honesto e urgente, expondo as angústias de viver em um mundo cada vez mais doente. Depois das divulgações do single “Abismo”, em 2017, e o disco homônimo em 2018, a banda lança o single “Coldre” em todas plataformas de streaming via Electric Funeral Records.

Coldre – lançado em agosto de 2019 – é um retrato do desesperador cenário político-social no Brasil, onde o medo é ferramenta de propaganda e catalisador das mais diversas atrocidades. O clipe, lançado na última segunda-feira (18), aborda esse tema, explorando a visão distorcida de alguém que vive descolado da realidade.

Coldre é o último registro da banda em sua antiga formação. “É o fechamento de um ciclo e o começo de outro. Agora, com Ícaro assumindo o baixo e JP Dentello a bateria”, explica a banda em comunicado enviado à imprensa. Atualmente, o grupo é formado por Ícaro (baixo e voz), Sardinha (guitarra), Duxo (guitarra) e JP (bateria).

SATAN’S A WOMAN

Satan’s a Woman surgiu em 2019 por Julia Dorneles e Clara Abreu, em Porto Alegre, o duo conta com inspirações que partem do hardcore ao post-hardcore. O single intitulado “Eat Your Brain” acaba de ser lançado em todas as plataformas de streaming via Electric Funeral Records.

A faixa apresenta um hardcore de forma rápida nas linhas de bateria, em contrapartida das guitarras e baixos compostos de formas mais retas e simples. O duo explora de maneira intensa as diferentes formas de olhar para si mesmo, e a letra (dentro do conceito não realista) mostra o dia em que uma garota acordou com questionamentos sobre sua identidade e partir disto, critica um relacionamento amoroso e quais ações irá tomar de uma forma cômica e trágica.

NEW DAY RISING

O New Day Rising, ou N.D.R Hardcore, é uma banda formada no final de 2011 início de 2012, ano em que lançou o primeiro trabalho autoral, o EP intitulado “Dedo na cara”. Em 2015, lança o “Nós fazemos parte da resistência”, que conta com a participação de Reynaldo Cruz, do Plastic Fire.

Em 2017, com um som mais maduro, é lançado “O homem comum”, produzido pela Broken Bed Records e com identidade visual do artista Rafael Acyoly. A banda une elementos do metal e hardcore “melódico”. No início de 2019, com uma formação diferente, a banda abre o ano com a música “OBTUSO”, faixa mixada e masterizada por Gabriel Zander no Estúdio Costella. Agora o grupo lança o single e clipe de “Sepultado Vivo”.

De acordo com a banda, a música e clipe de “Sepultado Vivo” é uma síntese de um problema neuro psiquiátrico experienciado por um amigo. O tema abordado é a especificamente a depressão e tudo que ela causa, fazendo uma alusão à morte em vida e relatando de forma mais abstrata os fatores trazidos em conjunto com essa doença que atinge as pessoas muitas vezes de forma crônica e interfere diretamente no nosso bem-estar, enquanto indivíduos em sociedade, e em como enxergamos a vida, de dentro pra fora. Sepultado Vivo é também a denúncia de possíveis causas desses distúrbios, como a relação do indivíduo com o mundo do trabalho, a precária e incapaz maneira que o estado lida com o tema, e como isso afeta diretamente os mais frágeis no que diz respeito ao âmbito sociopolítico: mulheres, jovens, negros e periféricos.

SURFACE

Redenção é o nome do novo CD da banda Surface, de Londrina, no Paraná. Esse CD foi gravado originalmente em 2003 e foi o segundo CD da banda. Como na época a produção ficou aquém da desejada o grupo resolveu regravar esse material. Foram mais de três anos trabalhos novamente nos sons, alguns com uma nova abordagem.

O disco foi lançado pelo selo Lab Rec, capitaneado pelo baterista da banda – Luis Eduardo (Cientista). É uma forma de colocar em prática a filosofia do “Faça Você Mesmo”. O estilo da banda não mudou muito desde a sua formação em 1997: Punk Rock com os vocais
Femininos.

CASQUETARIA E OVU CUZIDO

Mente Poluída é o resultado da colab entre o stoner rock da Casquetaria com o punk do Ovu Cuzido. O single, que contém sonoridades e andamentos típicos de cada um dos dois gêneros musicais misturados, foi lançado pela Abraxas Records e já está disponível nas principais plataformas de streaming.

Breno Casquet, guitarrista do Casquetaria, revela que o entrosamento em estúdio foi primordial. “Os integrantes da Ovu Cuzido são nossos amigos de infância do interior de São Paulo. Curtimos muito o som dos caras e tentamos trazer uma pegada mais stoner e lerda para a pegada mais punk que eles possuem”. Recentemente, a Casquetaria também lançou pela Abraxas Records o single Van’s Ride, que representa uma nova fase da banda. Escute Van’s Ride: https://sl.onerpm.com/6891956511.

PEORIA

Peoria é o novo projeto de Leandro Cesar e Raphael Martins (ambos ex integrantes do De la Rue) em conjunto com Luiz Reche (ex Guantas) e Danilo Coleta (ex Index). Fundada em Janeiro de 2018, a banda focou em compor e gravar o álbum de lançamento “Catarse”.

O álbum possui dez faixas e foi finalizado no final do primeiro semestre de 2018. “Catarse” conta com a participação especial de Lucas Guerra (Vocalista do Pense) na faixa “O Circo e o Pão”, cuja temática está repleta de questionamentos sociais.

O álbum foi gravado e mixado por Rodrigo Cunha em Itaquaquecetuba, e posteriormente masterizado por Lucas Guerra. Assista abaixo o clipe da faixa “Tragédia”, que faz parte desse trabalho.

Gostou desse Post? Compartilhe!

Sobre o autor

Redação Nada Pop

O Nada Pop é um espaço sobre punk, hardcore e alternativo. Acesse as nossas redes sociais e compartilhe as publicações. O seu apoio é fundamental para fortalecer esse trabalho.