terça-feira, 29 de setembro de 2020
Nada Pop

Os 6 anos do NadaPop e eu tô cada dia mais lindo!

Me sinto velho em vários sentidos! É bem verdade que estou cada dia mais lindo e inteligente. Todos que me conhecem sabem disso! É bem normal eu andar pela cidade de São Paulo e ouvir as pessoas falando baixinho “Aquele ali é o Rafael Moralez… …cada dia mais lindo!”… …novesfora esse interlúdio delirante, fato é que me sinto velho.

Quem também está ficando mais velho é o Nada Pop que completa seis anos de existência. Seis é o número do diabo, do sete-pele, do mochila de criança… …o homem é 5, o diabo é 6, mas deus é 7. Esse ano o Nada Pop nada nas caldeiras do Tinhoso, mas ano que vem vai glorificar nas alturas… …“Glória a Deuxxxxx”, como diria o pândego Cabo Daciolo! Vai nada!

Sou fã do Nada Pop, que igual a mim também está ficando mais véio e cada dia mais lindo. Não digo isso só porque ele pública minhas crônicas, que são excelentes, porque não sei se já disse, mas além de lindo eu sou muito inteligente, então só poderia publicar em um lugar que comporta toda minha erudição… …mas sim porque nesses tempos que estamos vivendo é de resistências assim que precisamos cada vez mais.

No underground, ou cena independente, se preferir, encontro a resistência diante de toda essa coisa feia de preconceito, conservadorismo e intolerância que parte da sociedade expressa atualmente. Esse conjunto de bandas e pessoas do cenário independente é o que me faz ainda sair de casa e assistir um show, comprar a camiseta da banda e comentar no dia seguinte de ressaca que o show foi foda. Porque sempre é bom sair ver os amigos, beber umas beers, assistir um show barulhento e voltar pra casa com o ouvido zunindo.

Essas bandas raramente estão nos Sesc’s da vida, raramente aparecem na grande mídia (grande bosta a grande mídia!), dificílmente estarão no line up do Loolapalooza… …ainda bem! Mas eles estão aqui no Nada Pop… …sim, escrevi isso tudo pra dizer da importância que esse cotovelo da internet e seu idealizador, o Maurício, tem pra esse povo todo que faz música independente no Brasil.

Precisamos muito dessas iniciativas que reúnem pessoas, bandas e ideias, que são mantidas sem grana nenhuma, feitas puramente pelo suor e dedicação daqueles que se envolvem, e de algum insano como o Maurício que mantém a roda girando.

Vá aos shows dos seus amigos e de quem não é seu amigo também, se gostou do show compre a camiseta e o EP da banda, leia o Nada Pop, não encha meu saco e dê um abraço no Maurício na festa dessa sexta… …ele merece!

Um brinde ao Nada Pop… …que venha o sétimo ano, e muitos outros pela frente!

Valeu Maurício!

Gostou desse Post? Compartilhe!

Sobre o autor

Rafael Moralez

Rafael Moralez é músico, ilustrador e autor da série Peixe Peludo. Conheça seu blog de ilustrações: https://moralezrafa.wordpress.com/