domingo, 22 de setembro de 2019
Nada Pop

#047 – Os 10 álbuns de Lúcia Vulcano, guitarra e vocal da banda Pata

Lúcia Vulcano – Foto: Priscila Santos

Lúcia Vulcano é guitarrista e vocalista da banda Pata, com origem na cidade de Belo Horizonte, em Minas Gerais. Além da Lúcia, o grupo conta com Luís Friche, no contrabaixo, e Beatriz Moura, na bateria. Em junho deste ano, o trio lançou o seu primeiro full album, o “Shit and Blood”, pelo selo Efusiva Records. Fizemos a resenha desse trabalho – se não leu, leia clicando AQUI.

A banda vem realizando diversos shows para apresentar o álbum e no próximo final de semana, 23 e 24 de agosto, estará por São Paulo junto com as bandas Trash No Star, Nâmbula Mangueta e Weedra.

No dia 23/8, os shows acontecem no Rock Together Studio, localizado na Rua Dr. Zuquim, 926, em Santana (próximo da estação de metrô Santana). Além da Pata, se apresentam nesta data a Trash No Star e Nâmbula Mangueta. Entrada por apenas R$ 15. Para mais mais informações acesse a página do evento no Facebook neste endereço.

Já no dia 24/8, as apresentações serão no espaço da Associação Cultural Cecília, que fica Rua Vitorino Carmilo, 449, em Santa Cecília. Além da Pata, tocam as bandas Trash No Star e Weedra. Entrada a R$ 15 e o local fica próximo do metrô Santa Cecília. Para mais informações acesse o evento clicando AQUI.

Lúcia é a nossa 47º convidada para essa série dos dez álbuns e inauguramos a partir de hoje uma playlist no Spotify com algumas das músicas dos álbuns selecionados por ela. Então, além de conferir os discos também será possível ouvir um pouco de cada álbum. Se curtir, deixei seu comentário e compartilhe.

047 – Os 10 álbuns de Lúcia Vulcano, guitarra e vocal da banda Pata

01 – JANIS JOPLIN – PEARL (1971)

Eu tinha um trabalho de inglês para fazer, acho que na sexta série. Meu pai me mostrou uma fita da Janis cantando “Catch me daddy” e “Me and Bobby McGee”. Amei. Depois ganhei esse CD de presente no mesmo ano.

02 – NEIL YOUNG – HARVEST MOON (1992)

O Neil Young foi porta de entrada para mim de muita coisa. Esse disco é lindo demais.

03 – SOUNDGARDEN – SUPERUNKNOWN (1994)

Meu disco preferido da minha banda preferida. Tem tudo.

04 – BLACK SABBATH – BLACK SABBATH (1970)

Tinha uns boatos que a galera falava que se você escutasse esse disco, o ar ficava pesado, janela batia… Confesso que eu tinha um pouco de medo, mas quando aquele barulhinho de chuva tocou, eu já amei.

05 – L7 – HUNGRY FOR STINK (1994)

Perfeitas. Eu quis ter uma banda por causa delas.

06 – HOLE – LIVE THROUGH THIS (1994)

Quando eu tinha uns 15 anos, eu tinha um plano com os meus amigos de comprar uma kombi e ir visitar a Courtney.

07 – RAMONES – MONDO BIZARRO (1992)

 

Escutei esse disco umas mil vezes jogando Tony Hawk com uma amiga na minha adolescência.

08 – SEX PISTOLS – NEVERMIND THE BOLLOCKS (1977)

Eu tinha uma série de VHS com a história do ~roque~. Uma delas era só do Sex Pistols e foi aí que eu conheci o punk e toda sua beleza e contradição.

09 – ALICE IN CHAINS – UNPLUGGED MTV (1996)

Entre os 15 e 16 anos, grande parte da minha rotina era chegar em casa da escola, por esse disco pra tocar e jogar diablo 2 até meu olho doer.

10 – RAUL SEIXAS – GITA (1974)

Por mais que hoje em dia seja mico gostar de Raul, a música dele me acompanhou desde a primeira infância, sendo uma das conexões afetivas que eu pude fazer com meu pai.”

Gostou desse Post? Compartilhe!

Sobre o autor

Maurício Martins

Jornalista, pai da Maria Stella, fã de quadrinhos e ficção científica. Aficionado por música, especialmente pelo punk e hardcore. Também é idealizador e editor do Nada Pop.

%d blogueiros gostam disto: