domingo, 22 de setembro de 2019
Nada Pop

#043 – Os 10 álbuns de Gepeto, Ação Direta e Letall

Paulo Gepeto, vocalista das bandas Ação Direta e Letall - Foto: divulgação

Paulo Gepeto é um daqueles guerreiros do rock, que por onde vá levanta a bandeira do punk. Vocalista das bandas Ação Direta (clássica!) e da Letall, é dono de uma das melhores vozes do hardcore/ punk/ metal. É inconfundível na música e toda a sua vida foi dedicada ao rock sendo um dos principais nomes nacionais.

Recentemente, o Ação Direta lançou um clipe da faixa Artificial que ataca duramente a ascensão da extrema direita no Brasil e no mundo. O vídeo, dirigido por Marco del Giorno, da Insanidade Filmes, e com roteiro do próprio Gepeto, mistura imagens da banda com cenas que exaltam a cultura do ódio, do preconceito e da intolerância.

Artificial é o primeiro single desse novo trabalho da banda. A música, assim como o conceito de todo o disco, ataca esse momento político do Brasil e do mundo, com vários políticos de extrema direita tomando o poder e incitando, pelas redes sociais ou pela mídia, o ódio e a intolerância, o preconceito e a opressão das minorias.

Gepeto, junto com o Ação Direta, celebram 30 de história. O que convenhamos, não é para qualquer um, principalmente no Brasil. Por isso ele é o nosso convidado dessa vez para a lista dos 10 álbuns. Confira!

043 – Os 10 álbuns de Gepeto, Ação Direta e Letall

01 – MOTÖRHEAD – NO SLEEP ‘TIL HAMMERSMITH (1981)

Meu contato com MOTORHEAD começou cedo através de fitas cassete de amigos do meu irmão mais velho. Eram tipo umas coletâneas com Judas Priest, UFO, AC/DC, Nazareth e outras.

E no meio tinha esse álbum do MOTORHEAD! Chapei! O lance me entortou e me influenciou para a vida!

02 – RAMONES – ROCKET TO RUSSIA (1977)

Outra banda do coração, da vida! Músicas que sempre me colocaram para cima! Sem palavras! RAMONES FOREVER!

03 – HERESY – FACE UP TO IT (2006)

Esse álbum é impressionante! Pelas músicas, muito avançadas para a época. Uma fusão de um HC Brutal com nuances de metal, grind, hip hop. Muito foda! A frente do seu tempo! Tudo mandado na velocidade da luz.

04 – AGNOSTIC FRONT – LIVE AT CBGB (1989)

Banda clássica, casca grossa da verdadeira cena NYHC! Set list ímpar, mandada perfeita, muita atitude, muito entrosamento e músicos com bagagem no assunto!

05 – SEPULTURA – CHAOS AD (1993)

Álbum fodasso! A banda num momento mágico! Grandes composições. Clássicos que revolucionaram o METAL mundial!

06 – JOAN JETT & THE BLACKHEARTS – I LOVE ROCK ‘N ROLL (1981)

Amo essa garota! Amo esse álbum! Ela é uma das pioneiras no universo do ROCK’N ROLL. Com uma voz única, rouca, rasgada. Álbum cheio de clássicos!

07 – BAD RELIGION – GENERATOR (1992)

Álbum fantástico dessa clássica banda. Grandes músicas, letras e um estilo único. O que eu chamo de álbum perfeito!

08 – DISCHARGE – NEVER AGAIN (1984)

Vocal impactante e agressivo, gritado em cima de um som dinamitador! Muito ousado e a frente da época. REFERÊNCIA!

09 – RATOS DE PORÃO – BRASIL (1989)

Influência de moleque! RDP FOREVER! Álbum é perfeito, cozinha insana, letras ácidas e palhetadas do HELL! VIDA LONGA RDP!

10 – RACIONAIS MC’S – SOBREVIVENDO NO INFERNO (1997)

Muito além do RAP! Poesia crua, realidade nua e crua, um soco na cara da sociedade hipócrita! Grandes letras, climas, histórias, um caldeirão de arte e contracultura!

Um dos grandes álbuns da música brasileira!

Gostou desse Post? Compartilhe!

Sobre o autor

Maurício Martins

Jornalista, pai da Maria Stella, fã de quadrinhos e ficção científica. Aficionado por música, especialmente pelo punk e hardcore. Também é idealizador e editor do Nada Pop.

%d blogueiros gostam disto: