terça-feira, 14 de agosto de 2018
Nada Pop

The Gap Year é o punk melódico em boas mãos

É aquela sensação de conhecer alguém que de alguma forma você já conhece. Como explicar? Sabe quando você passa uma tarde inteira conversando com alguém que você nunca viu na vida, mas que de alguma forma sente uma certa sintonia? Essa é a sensação que tenho com o The Gap Year.

A banda é formada por Filipe (guitarra e voz), Alex (guitarra), Rogs (baixo) e André (bateria). Juntos trazem uma punk rock melódico daqueles que você passaria o dia ouvindo, seja indo para o trabalho, na hora do almoço e depois voltando pra casa. As letras que transmitem relatos pessoais não soam como clichês e o som não é uma cópia de outras bandas punks melódicas, mas obviamente você consegue perceber uma influência forte de Social Distortion. Ou seja, The Gap Year é o punk melódico em boas mãos.

O webclipe de “Over Some Power Chords” mostra a cara da banda e serve como uma prévia do lançamento do primeiro EP do grupo. Por se tratar de uma banda nova, fica difícil dizer que esse EP é uma das coisas mais esperadas do ano, porém, posso dizer – e aposto dinheiro nisso se for preciso – que este futuro álbum será uma das surpresas positivas de 2015. Se as músicas “7 Work Days” e “Over Some Power Chords” servem como aperitivo, só é possível considerar que teremos uma bela refeição musical pela frente. Mas nada de punk gourmet.

Curta a página da banda clicando AQUI. Assista o clipe de “Over Some Power Chords” abaixo e ouça “7 Work Days” neste link: http://migre.me/pbNHR.

Gostou desse Post? Compartilhe!

Sobre o autor

Maurício Martins

Jornalista, pai da Maria Stella, fã de quadrinhos e ficção científica. Aficionado por música, especialmente pelo punk e hardcore. Também é idealizador e editor do Nada Pop.

%d blogueiros gostam disto: