quinta-feira, 18 de outubro de 2018
Nada Pop

Regredidos do Macaco – Um brinde a liberdade

Chegue na sua casa, tome um banho e depois coma alguma coisa. Não ouse ligar a televisão, esqueça o computador, deixe sua casa com uma iluminação baixa, coloque no seu CD Player o álbum da banda Regredidos do Macaco. Se curtir, acenda um fininho ou tome uma gelada (ou ambos, vai de cada um) e se deixe guiar pela natureza inebriante do álbum.

Gravado no Chapola Studio e lançado em outubro de 2014 pelo selo Barata Discos, o EP traz as músicas “Luis Salvou o Dia”, “Fantasma do Bar”, “Silêncio do Deserto” e “Tomaconha”. É impossível dizer que na primeira vez que ouvi achei que a banda tinha vindo diretamente de São Thomé das Letras, em Minas Gerais, por causa do sentimento de liberdade e natureza em suas canções. A conexão rolou fácil e até senti uma dose (se é que você me entende) de Derivados da Natureza como influência. Mas não se engane, a banda é de Várzea Paulista, em São Paulo. São conterrâneos da banda Perturba, ou seja, nenhum deles bebe pouco.

Recebi pelo correio o EP do Regredidos por meio do Eduardo Wisch, guitarra da banda e que além de mandar alguns CDs também mandou uma carta bem romântica (zoeira!). A arte do álbum chama atenção, colorida e desenhada com símbolos que lembram MUITO a Lua, o Sol e a Montanha do baralho cigano. Esses símbolos, segundo o pouco que sei, representam o seguinte:

Montanha = Espiritualidade
Lua = Amor
Sol = Saúde

Um quarto símbolo, uma estrela com o número 25 escrita dentro dela e seguida de outras estrelas menores, não ficou muito claro pra mim. Neste mesmo baralho, a estrela pode significar sorte. Porra Maurício! Virou algo místico isso daí? E como você sabe disso? Bom, não sei se foi algo feito de propósito pela banda, e como eu sei? Google, oras!

regredidos_macaco

Outra coisa, todas as músicas são muito bem construídas – baixo, guitarras e vocal – tudo é muito claro e demonstra uma qualidade na gravação. Também notei semelhanças bem interessantes em duas músicas (“Luis Salvou o Dia” e “Silêncio do Deserto”) com as músicas “Rosa Branca” e “Nossos Erros”, da banda Taffo. Um toque de anos 80, mas de rock bem tocado, saca? O nome da banda (Regredidos do Macaco), longe do óbvio, também é um show à parte.

Resumindo, esse álbum merece estar na sua playlist, não só isso, também merece um brinde!

Saúde!

Curta a página da banda no Facebook clicando AQUI. Ouça a banda clicando AQUI.

Gostou desse Post? Compartilhe!

Sobre o autor

Maurício Martins

Jornalista, pai da Maria Stella, fã de quadrinhos e ficção científica. Aficionado por música, especialmente pelo punk e hardcore. Também é idealizador e editor do Nada Pop.

%d blogueiros gostam disto: