sexta-feira, 25 de Maio de 2018
Nada Pop

Refutare – “Que a terra seja uma só e o espírito apenas um”

refutare_capa_album

Capa do álbum “O Mapa”, da Refutare

Confesso, não conhecia a banda (ou acho que não me recordo de conhecer… hahaha), mas com a ajuda da Spidermech tive acesso a esse belo trabalho da Refutare, intitulado “O Mapa”.

Antes de tudo, vale explicar que Refutare, do latim, significa desmentir; contestar; impugnar; contradizer com argumentos. E isso realmente é mostrado no álbum que se apresenta com uma ótima arte, demonstrando um belo cuidado na apresentação do disco que conta, inclusive, com as letras das músicas nas versões português, inglês e espanhol. Porra! Será que eles pensam em conquistar outros mercados? Com certeza, e é extremamente válido. Afinal, sua música se torna do mundo.

Com cerca de 10 anos de vida, com origem na cidade de Arapongas, norte do Paraná, os caras ainda não ficam nessa história de só fazer shows, também correm na organização dos próprios eventos, divulgação e até trazendo bandas de fora. Isso faz uma grande diferença no cenário independente.

Mas apesar do tempo de estrada, “O Mapa” é o primeiro álbum da banda que mistura hardcore e metal, com vocal gutural agressivo e letras que literalmente contestam com argumentos a sociedade, basta escutar “Sombra à vida”, “Atlântida” e “Boca de Urna” para ter uma bela ideia de como a banda buscar ser uma navalha na carne.

A frase que dá título a essa publicação foi tirada da música “Atlântida”, que “é uma analogia entre a cidade afundada Atlântida e a América do Sul. O contexto geral é retratar alguns fatos históricos que colocam o Brasil em posição de explorado (pelos europeus) e explorador (com os países vizinhos da América do Sul). Também clama pela união dos povos e despreza as fronteiras imaginárias que delimitam os territórios. Considerando o mundo como de todos e para todos. Daí então a frase Que a terra seja apenas uma e o espírito um só“, como explica Sheslei Nunes, vocalista da banda.

O lançamento deste álbum envolve uma parceria bem bacana com a Spidermerch, a própria banda e um novo selo que leva o nome de Sansara Discos, de propriedade do Fábio Prandini (Paura).

Ouça abaixo três músicas do álbum e aproveite para comprar na Spidermerch clicando AQUI.

Gostou desse Post? Compartilhe!

Sobre o autor

Maurício Martins

Jornalista, pai da Maria Stella, fã de quadrinhos e ficção científica. Aficionado por música, especialmente pelo punk e hardcore. Também é idealizador e editor do Nada Pop.

%d blogueiros gostam disto: