quarta-feira, 15 de agosto de 2018
Nada Pop

Nos embalos do conjunto musical El Bosto, apreciem o álbum Volume. 1

elbosto_foto_diegonuto

Capa dp álbum El Bosto – Foto por Diego Nuto

El Bosto é um trio atípico de Ribeirão Pires (São Paulo), formado em 2010, talvez pelo nome do conjunto musical (como eles se denominam), você pode pensar que são três caras barbudos, com camisas pretas de bandas e oriundos da cultura cervejeira, ou seja, desprovidos dos padrões comumente vistos no meio artístico. Realmente eles são assim! O álbum de estreia “Volume. 1” é um Rock and Roll raiz para jovens e adultos de bons costumes, não recomendaria para crianças.

Com músicas extremamente curtas, como “Empada” (são apenas 11 palavras) o recado é passado de forma criativa, mas sem deixar de lado o protesto e posicionamento político dos integrantes. Além da inspiração no punk 77, existe a mistura de folclores urbanos e rurais da cidade de origem, é daí que surge a originalidade.

Cerveja e Barulho, Carro Velho, Farofa de Macumba e Fugindo da Missa, são algumas das canções do CD que possui 13 faixas, os refrões são rimas simples, facilmente decoradas por quem escutar apenas uma vez o disco. Além desse trabalho, El Bosto já participou da coletânea “O Caos Continua”, com duas faixas. Até o final do ano, existe a previsão de lançar o trabalho “Porco Humano” e mais um EP “Tradições do Campo e do Cão”. Assim, apesar do estilo bagaceiro e descompromissado existe muita criação e espírito DIY.

Gostou desse Post? Compartilhe!

Sobre o autor

Bruno Palmito

Skate, kombi, shows, acampar e cerveja deixam-no mais perto daquilo que ele define como felicidade, se a trilha sonora for Punk Rock/Hardcore com pitadas de Ska, é um breve resumo da perfeição nessa vida. A música é a manifestação ideológica do sujeito, acredita Palmito.

%d blogueiros gostam disto: