terça-feira, 24 de outubro de 2017
Nada Pop

Nada em Vão e o EP “Sempre em Frente”

O Nada em Vão lançou o EP “Sempre em Frente” no dia 9 de novembro e, no mesmo dia, havíamos feito uma resenha faixa a faixa e contando um pouco sobre esse trabalho. Mas adivinhem só, o nosso serviço de hospedagem acabou nos fodendo prejudicando e simplesmente tudo o que publicamos entre os dias 6 e 10 deste mês foram por água abaixo… Sim, tudo deletado sem qualquer explicação.

Mas tudo bem, assim como a temática do novo trabalho do grupo brasiliense, vamos em frente. O que causa admiração nesse grupo e que esse segundo EP está melhor do que o primeiro, sendo que o primeiro já era bom. É possível sentir o entrosamento da banda e a vontade de fazer canções que motivem e deem esperança, ao mesmo tempo que trazem uma certa nostalgia sobre certo valores que não são em hipótese nenhuma conservadores.

Estamos cada vez mais conectados, porém distantes fisicamente/emocionalmente entre nós e impacientes. Assim, é difícil escolher a melhor música do EP, pois todas trazem alguma ideia que vale muito a pena ouvir. Difícil mesmo é não se identificar com o trabalho e deixá-lo repetindo por horas e horas. Recomendo as faixas “Desconectar”, “Sempre em Frente”, “Transformar” e “Perdidos e Confusos”.

O EP foi gravado entre agosto e setembro deste ano no 1234 Recording Studio, foi produzido por Alvaro Dutra e mixado e masterizado por Pedro Tavares. A arte do trabalho é assinada pelo Shamil Carlos (Horace Green e Faca Preta).

Ouça abaixo e não deixe de curtir a página da banda – clique AQUI.

Gostou desse Post? Compartilhe!

Sobre o autor

Maurício Martins

Jornalista, pai da Maria Stella, fã de quadrinhos e ficção científica. Aficionado por música, especialmente pelo punk e hardcore. Também é idealizador e editor do Nada Pop.