terça-feira, 14 de agosto de 2018
Nada Pop

Memória e homenagem: Redson, do Cólera

Se estivesse vivo, Redson completaria 53 anos hoje, 15 de julho. Sua morte, no dia 27 de setembro de 2011, deixou muita gente perplexa e sem saber o que dizer. Não há o que dizer, uma das maiores perdas do punk, do rock, da música nacional. Ele gritava “tente mudar o amanhã”, conseguiu. Mudou o amanhã de muita gente por meio de suas músicas.

Convidamos três artistas (Leandro Franco, Lucas Walmrath e Wendell Araújo), dois deles músicos, a representarem por meio de sua arte uma simples lembrança ao Redson. Sua importância não será esquecida, nem palavras poderão resumir o seu significado. Fica a homenagem, fica a lembrança.

Gostou desse Post? Compartilhe!

Sobre o autor

Maurício Martins

Jornalista, pai da Maria Stella, fã de quadrinhos e ficção científica. Aficionado por música, especialmente pelo punk e hardcore. Também é idealizador e editor do Nada Pop.

%d blogueiros gostam disto: