terça-feira, 16 de outubro de 2018
Nada Pop

Evento na JailHouse incendeia o Tatuapé com Excluídos, Modulares, baldios e Clinch

flyer_showjailhouse

Flyer do evento Punx Got Soul #02 na Jailhouse Pub

Dia 14 de fevereiro: mais um domingo quente na cidade de São Paulo. E tudo indicava que seria, ainda mais na JailHouse, um Pub localizado no bairro do Tatuapé, próximo a estação do metrô. Com uma estrutura bacana, o local possui amplo espaço para a convivência de amantes da cultura Rock and Roll, skate, carros e mundo underground. O evento “Punx Got Soul #2”, realizado no local, contava com as bandas Os Excluídos, Modulares, Baldios e Clinch. Além do projeto Carburadores (churrasco itinerante), que cumpre com esmero o slogan de defumar até os ossos.

baldios_np

Baldios – Foto por Bruno Palmito

O quarteto Baldios abriu o evento com muita energia e mostrou ter levado os amigos da banda que começaram a agitar logo nas primeiras músicas. O vocal Pedro só faltou levantar o moicano, pois a atitude e agitação eram punk. Já o Clinch, não deixou o ânimo do pessoal esfriar, ao contrário. Mantiveram o nível com um som impossível de ficar parado. Vale destacar a simpatia dos caras fora do palco. Algo relevante, a troca de ideias fortalece a cena independente e aumenta o ciclo de admiradores da banda. Devido um atraso a banda Modulares foi a última a se apresentar na noite. Infelizmente não pude acompanhar os caras.

clinch_np

Clinch – Foto por Bruno Palmito

Por outro lado, Os Excluídos fizeram uma apresentação “classe A” como sempre. Após afinarem os instrumentos, houve uma leve pausa para a maquiagem, daí em diante é quase impossível descrever o clima efervescente. O setlist trouxe músicas conhecidas e cantadas em coro, é possível destacar “Seu Verdadeiro Eu” que recentemente ganhou um videoclipe durante a passagem da banda em Porto Alegre. O “Dia Ideal” fez jus ao domingo. Que dia sensacional! Segundo o vocalista e guitarrista Ronaldo esse foi um dos melhores shows da banda, tamanha empolgação da galera, disse que a Zona Leste estava de parabéns! É bacana esse retorno!

Por fim, o evento foi mais uma grande oportunidade para o desenvolvimento da cena independente, pois a casa JailHouse, administrada por Bernardo e Leonardo (já conhecidos no cenário) é mais um local de divulgação. Merece uma visita!

Gostou desse Post? Compartilhe!

Sobre o autor

Bruno Palmito

Skate, kombi, shows, acampar e cerveja deixam-no mais perto daquilo que ele define como felicidade, se a trilha sonora for Punk Rock/Hardcore com pitadas de Ska, é um breve resumo da perfeição nessa vida. A música é a manifestação ideológica do sujeito, acredita Palmito.

%d blogueiros gostam disto: