quinta-feira, 23 de novembro de 2017
Nada Pop

Com “No Return”, Never Too Late mostra um pop punk que dá gosto de ouvir

Quem me conhece mais de perto sabe que não curto tanto pop punk, mas de vez em quando me surpreendo com algumas bandas (ainda bem, né?). Uma dessas surpresas atuais é o Never Too Late e seu álbum chamado “No Return”, lançado no início de agosto pelo selo Fusa Records, que retoma as atividades apostando em novos projetos.

Em No Return, a banda apresenta 12 faixas bem grudentas e que dão mostra da qualidade técnica do grupo formado por Gustavo Kalili (voz), Rodrigo Simonetti (baixo), pelos guitarristas Jonas Lapienis e Mauricio Tonon, além de Ricardo Montezuma (bateria).

Mas o que impressiona neste trabalho também é a qualidade da gravação que parece ter sido feito na gringa (sem essa síndrome de vira-lata, ok?). Mas ao contrário disso, foi produzido aqui mesmo por GabScatolin, no estúdio Stereo Lab, que pertence aos integrantes da banda Strike (André Maini e Rodrigo Maciel). Já a arte de “No Return” foi feita por Vinicius Gut.

Se você curte bandas como New Found Glory, Man Overboard e The Story So Far com certeza vai se interessar pelo Never Too Late. Se eu que não curto tanto acabei gostando, é provável que você também goste (provável, certo? Dá uma chance aí).

Mas vamos lá, a ficha corrida da banda diz que os caras começaram em 2013, em São Paulo. Na discografia do grupo constam 3 EPs, com os dois primeiros em português. O Never Too Late também participou de um tributo à banda “Jimmy Eat world” e do clipe do New Found Glory com a música “Ready and Willing”, com diversas outras bandas de todo o mundo (da hora, né?). Assiste aí abaixo.

A estreia do grupo aconteceu CBGB brasileiro, o Hangar 110, e de lá pra cá já dividiram os palcos com as bandas estrangeiras We Outspoken (Canadá) e Criminal Colection (República Tcheca). Os caras também se aventuraram por outras cidades de São Paulo, como São Caetano do Sul, Limeira e Mogi Guaçu, indo além de SP e passando pelo Rio de Janeiro. Ou seja, a banda é nova, mas os caras são ligeiros.

Você pode ouvir e comprar o “No Return” nos seguintes links abaixo:

Google Play: https://goo.gl/7FiD7z
Spotify: https://goo.gl/0izbvP
Deezer: http://goo.gl/3jtlqf

never_too_late_flyerSHOW DE LANÇAMENTO DE NO RETURN

Agora, no dia 10 de setembro, o álbum será lançado oficialmente em São Paulo no espaço Jail Club, localizado na Rua Vergueiro, 2.676 (ao lado da Estação Ana Rosa do Metrô). Além da Never Too Late, participam as bandas Storia, Navy Blue e Vetorial A.

Os ingressos antecipados podem ser obtidos por R$ 20 no site da Ticket Brasil (AQUI), ou por R$ 30 diretamente da porta. O evento também conta com diversos pontos de venda de ingressos e você poderá conferir o que fica mais perto de você na página do evento no Facebook – basta clicar AQUI.

PROMOÇÃO NADA POP + FUSA RECORDS

A Fusa Records e o Nada Pop levam você para esse show totalmente na faixa. Serão sorteados três ingressos para o lançamento de “No Return” no Jail Club e para participar basta preencher o formulário com seu nome e seu e-mail.

Participe acessando o link: https://goo.gl/forms/4KY5z85OMkGKQfqP2

Os sortudos ou sortudas serão revelados no dia 08 de setembro na página do Nada Pop lá no Facebook (curta a página AQUI).

Gostou desse Post? Compartilhe!

Sobre o autor

Maurício Martins

Jornalista, pai da Maria Stella, fã de quadrinhos e ficção científica. Aficionado por música, especialmente pelo punk e hardcore. Também é idealizador e editor do Nada Pop.