sábado, 22 de setembro de 2018
Nada Pop

Cervejas de banda, conheça algumas

A Bamberg, microcervejaria mais premiada e umas das mais reconhecidas do país, traz alguns destaques de rótulos de bandas para o dia 1º de outubro, Dia Mundial da Música. A cervejaria tem o maior portfólio de cervejas ligadas ao rock nacional e faz essa parceria há 5 anos. “Temos um ótimo relacionamento com as bandas de rock. As cervejas já estão no mercado há bastante tempo e temos intenção de aumentar as parcerias”, afirma Alexandre Bazzo fundador, sócio e mestre cervejeiro da Bamberg. Quem sabe uma cerveja do Nada Pop, hein Sr. Alexandre?

Confira a lista e imagens das cervejas abaixo.

CPM 22 Pilsen
É inegável que na década de 90 havia uma cena independente em ebulição, com várias bandas de destaque. Talvez a principal delas (ou a mais famosa) tenha sido o CPM 22. Em parceria com Bamberg, a banda escolheu o estilo Pilsen, com uma dose caprichada de lúpulo.

Aroma: Presença marcante do lúpulo, floral, herbal, cítrico, com leve aroma de malte
Aparência: Cerveja clara, cristalina, com boa formação de espuma
Sabor: O malte aparece de forma rápida e sutil, logo em seguida o lúpulo domina o paladar, tanto em sabor herbal, como em amargor.
Sensação na boca: Corpo leve, final seco, fácil beber.

Camila Camila
Cerveja do estilo Bohemian Pilsen, feita pra homenagear a música “Camila Camila” da banda Nenhum de Nós. Temperatura de serviço: de 4°C a 7°C.

Aroma: O lúpulo Saaz predomina com seu caráter floral e, em segundo plano, condimentado. Logo o malte surge com caramelo, cereal e pão.
Aparência: Cerveja cristalina, de coloração amarelo escuro, espuma com excelentes formação e persistência.
Sabor: O sabor vem primeiro com uma certa doçura e suavidade inicial do malte. Em seguida, o lúpulo já toma conta, não apenas com o amargo, mas também com o gosto floral, podendo-se notar um pouco de condimentado. No retrogosto, percebe-se um final seco.
Sensação na boca: Corpo médio-baixo, carbonatação média.

O Calibre
Cerveja do estilo German Pilsen, leve, seca e com marcante lupulagem, é a cerveja que homenageia a banda Os Paralamas do Sucesso. Em 2014, a bebida foi premiada na categoria Ouro do 2º Concurso Brasileiro de Cervejas.

Aroma: Presença marcante do lúpulo, floral, herbal, cítrico, com leve aroma de malte
Aparência: Cerveja clara, cristalina, com boa formação de espuma
Sabor: Começa com uma sutileza do malte, na forma de pão, farinha, mas rapidamente é tomado pelo lúpulo.
Sensação na boca: Cerveja leve, final seco, refrescante.

Raimundos Helles
O estilo eleito pelos integrantes para representar a banda foi o Helles, tradicional da Baviera. É uma cerveja clara e leve, mas de grande personalidade, com uma lupulagem presente, tanto no maltado, quanto no aroma floral que esta a confere. A Raimundos Helles é vendida em garrafas de 600 ml. Temperatura ideal de consumo entre 4ºC e 6ºC.

Aroma: Presença de malte, pão, caramelo e floral do lúpulo.
Aparência: Coloração amarela, com espuma persistente e cristalina.
Sabor: Nesta cerveja, podemos notar a presença marcante do malte, mas com o nítido amargor do lúpulo, conferindo equilíbrio.
Sensação na boca: Corpo médio, com média carbonatação.

Sepultura Ale
Sepultura Ale é uma cerveja que não se enquadra em nenhum estilo pré-definido. Fabricada com matérias-primas de origem alemã – fermento da região de Colônia, lúpulos de Hallertau e maltes da Francônia -, o que faz dela um estilo único, feito para celebrar os 30 anos de uma das maiores bandas de metal do mundo. Harmoniza com um som pesado e alto. Temperatura ideal de consumo entre 4ºC e 6ºC.

Aroma:leve biscoito, frutas vermelhas e cítrico.
Aparência: coloração vermelha, cristalina, com boa formação e persistência da espuma.
Sabor: de início, percebem-se os maltes na forma de biscoito, toffee e casca de pão; mas logo o refrescante lúpulo toma conta, com frutas cítricas.
Sensação na boca:cerveja leve, fácil de ser bebida, com final seco.

Gostou desse Post? Compartilhe!

Sobre o autor

Maurício Martins

Jornalista, pai da Maria Stella, fã de quadrinhos e ficção científica. Aficionado por música, especialmente pelo punk e hardcore. Também é idealizador e editor do Nada Pop.

%d blogueiros gostam disto: