quinta-feira, 23 de novembro de 2017
Nada Pop

André Alves, da Statues on Fire, lança coletânea do Rising Power Estudios

Conhecido e reconhecido na cena underground do país, André Alves, ex-Nitrominds e atualmente guitarra e vocal da Statues on Fire, acaba de lançar a coletânea Rising Power Estudios Sampler #1. Ouça no Bandcamp do Estúdio (AQUI) ou no Youtube – Parte 1 e Parte 2.

São 24 bandas reunidas de hardcore, punk, metal, entre outras que ensaiam no Rising Power Estudios, de propriedade do André. O objetivo da coletânea é simples: divulgar o nome do estúdio, mas ao mesmo tempo, demonstrar e apresentar algumas das bandas que ensaiam no local e a qualidade de cada uma delas.

Algumas das bandas que participam da coletânea são um pouco mais conhecidas do público, como é o caso do Dead Fish, que traz a música “Sausalito”, do álbum Vitória, além do Ação Direta e Letall (do mestre Gepeto), Sky Down, Reverendo Frankestein, Caffeine Blues, Der Baum e a própria Statues on Fire.

“Eu conheci uma banda uma vez chamada Bambix em uma coletânea, escrevi uma carta (não tinha e-mail em 1995). Depois disso eu já fui pra Europa 15 vezes e somos grandes amigos até hoje”, diz André, responsável por organizar a coletânea e dando uma amostra do poder que um projeto como esse possui.

Mas não só isso, André ainda ressalta que o nível das bandas que participam da coletânea realmente impressiona, independente do estilo de cada uma. “Eu não fico dentro das salas e algumas bandas só conheço pelo nome, legal poder ouvir o que elas fazem. Também fico feliz que elas escolheram ensaiar no Rising Power e o projeto do estúdio é fazer com que as bandas melhorem. Antes de me perguntar como, a resposta é simples: promovendo um bom equipamento em uma sala que você realmente se escute”, afirma André.

Vale destacar alguns pontos para organização da coletânea, como a ordem das músicas, que não foi escolhida. A ordem está da forma que as bandas foram encaminhando os sons para o André. Outras bandas que ensaiam no Rising Power tocam covers, mas o objetivo da coletânea é mostrar som autoral. Além disso, outras bandas ainda não possuem som gravado ou estão gravando, dessa forma não puderam participar do projeto.

“Espero que todas as bandas ouçam por completo essa coletânea, se conectem umas com as outras, só união que pode salvar o cenário”, conclui.

O Rising Power Estudios está localizado na Avenida Coronel Fernando Prestes, 677, no Centro de Santo André. Além de duas salas grandes e espaçosas, o local ainda fornece os melhores equipamentos para uma banda. Uma das salas, por exemplo, é um diferencial entre os estúdios de ensaio, pois deixa o equipamento de frente para o músico, como se o mesmo estivesse em um show com a sua banda, melhorando sua forma de tocar e com a possibilidade de tirar o melhor som do equipamento.

Basta acessar o site do estúdio e confirmar, existem muitos depoimentos que comprovam essa qualidade: http://www.risingpowerestudios.com/

Gostou desse Post? Compartilhe!

Sobre o autor

Maurício Martins

Jornalista, pai da Maria Stella, fã de quadrinhos e ficção científica. Aficionado por música, especialmente pelo punk e hardcore. Também é idealizador e editor do Nada Pop.