sexta-feira, 17 de agosto de 2018
Nada Pop

A Primitiva Sociedade Romântica e a Primal Tour

Conheci o Digão d’Sales, guitarra e vocal da banda A Primitiva Sociedade Romântica (que nome bonito!), por meio do OLX (ou teria sido o extinto Bom Negócio? Tanto faz). Ele comprou de mim um violão e desde então fomos mantendo contato.

Conversando pelo messenger do Facebook, ele me falou da sua banda – essa que eu falei acima – e me explicou a respeito dos shows que andam fazendo em alguns lugares com o intuito de propagar o som da banda por meio de apresentações com outras bandas convidadas e entrada gratuita para a população. Classe!

Eles lançaram o single “O Antagônico” que pode ser baixado diretamente e de forma gratuita na fanpage deles – clique AQUI – ou aqui: http://eepurl.com/bk1tz5. Você terá que cadastrar o seu e-mail, beleza? Eu sei, é chato cadastrar e-mail, geralmente fujo disso – prefiro o formato anônimo, porém será uma bela forma de contribuir com o trabalho dos caras, além de viajar na música é uma ótima oportunidade de conferir algo que esteja faltando em boa parte das bandas atuais: som conceitual.

single_antagonico

Não estranhe essa frase, é apenas um modo de dizer que não será um som para se consumir uma vez ou duas e já pular para o próximo artista ou banda. Isso se você gostar e tiver interesse em entender o que determinada música quis dizer e que não esteja mastigadinho pra você.

A banda, que vem da Zona Leste da capital de São Paulo, está na estrada com a turnê Primal Tour, que pretende levar ao público uma experiência musical que vai da arenosidade punk ao folk embalado pelo belíssimo instrumento Saltério das Montanhas Apalaches, guitarras distorcidas e letras sociológicas. É, eu sei que você deve ter parado na frase “Saltério das Montanhas Apalaches”. A primeira vez que ouvi eu pensei “ahhm?!?”. É um instrumento muito bonito e da família da cítara, para mais detalhes do que se trata e origem e o motivo do nome, você descobre AQUI.

O trio paulistano, formado pelo Digão d’Sales Monteiro (vocal, guitarra, letras e saltério), Fábio Martins (baixo) e Nilson “Yo” Silva (bateria), possui influências que passam pelo grunge, punk, rock nacional e folk rock. O single “O Antagônico”, apenas para comentar, trata do relacionamento entre duas personagens, do reconhecimento de deveres e falhas de ambos, uma alegoria para a relação indivíduo/sociedade, um tema que será corriqueiro no trabalho da banda.

chamada_shows_gratuitos

Descubra quais serão os próximos shows gratuitos da Primitiva Sociedade Romântica- Acesse: www.fb.com/primitivasociedaderomantica

A Primitiva Sociedade Romântica iniciou a sua turnê na cidade de Valinhos, interior de São Paulo e passará por diversos bairros da capital, além de outras cidades vizinhas, MG, RS e DF. Como citado, a banda está organizando uma série de shows com e entrada gratuita para a população. Demais!

Por isso, fique atento na fanpage da banda – clique AQUI – e confira se a A Primitiva Sociedade Romântica não irá passar bem próximo de você. Não deixe de baixar o single “O Antagônico” e incentivar o trabalho daqueles que sonham com mais sociedades onde é possível se expressar e externar sentimentos com inteligência e musicalidade.

Gostou desse Post? Compartilhe!

Sobre o autor

Maurício Martins

Jornalista, pai da Maria Stella, fã de quadrinhos e ficção científica. Aficionado por música, especialmente pelo punk e hardcore. Também é idealizador e editor do Nada Pop.

%d blogueiros gostam disto: