terça-feira, 14 de agosto de 2018
Nada Pop

A espera acabou: Born to Freedom lança “Life is Movement”

O álbum “Life is Movement” começa com a participação do rapper Rafael Bessa soltando o verbo e resumindo na rima a ideia do novo trabalho da Born to Freedom: “prepare-se para ouvir emancipação”. O álbum foi lançado para streaming e download nesta quarta-feira (24).

Em seguida, o pogo começa com “Wasting time” que apenas pede para manter o som em seu coração da forma mais poética do mundo sem cair em pieguices de quinta categoria. É a faixa que simboliza nossa confortável imobilização em prol de paz. Mas como já diria O Rappa, paz sem voz não é paz, é medo…

Em seguida, “When these things” aparece sugerindo que todo o ódio escondido está se transformando em uma bomba que logo poderá explodir na sua cara.

Depois, com a participação do Rodrigo Lima (Dead Fish) tem início “Noisy place”. Chega de esperança, chega de esperar por respostas ou por alguma cura, a hora é agora e você precisar agir. Sem arrependimentos, tome a vida em suas mãos!

Com “Real walls”, que tem a companhia de Victor Francisco (Bullet Bane), Born to Freedom parece ter trabalhado bastante nessa faixa que beira a perfeição melódica, algo que conquista seus ouvidos do início ao fim. A banda é certeira ao dizer que “muros não podem nos salvar” e questiona o papel das guerras e desse patriotismo inútil. Afinal, sua luta é por liberdade ou para escravizar?

“What a mistake” fala da prisão que alguns arrependimentos na vida podem causar. Talvez seja melhor encarar o passado para poder seguir em frente. Uma mensagem forte já que o disco todo é uma ode a liberdade e quebra de correntes (sejam elas sociais ou psicológicas).

Assim o álbum se encerra com a faixa “Lights of men”, depois de sete músicas e reiterando a necessidade de liberdade, mas com uma metáfora que traz à memória a Alegoria da Caverna, do filosofo grego Platão, que exemplifica que podemos nos libertar da escuridão que nos aprisiona por meio da luz da verdade.

born_to_freedom_capa

Capa do álbum “Life is Movement”, da Born to Freedom. Arte por Diogo Galvão.

Born to Freedom é de Natal, no Rio Grande do Norte, e Life is Movement é seu primeiro trabalho que segundo Shilton Roque (vocalista) tinha pretensão de ser um registro póstumo da banda, mas que resultou no retorno e até uma tour do grupo pelo Sul e Sudeste para divulgação do álbum.

O disco foi produzido por Cassio Zambotto e tem o projeto gráfico assinado pelo artista paraibano Diogo Galvão (Tampa Studio). A ficha técnica completa pode ser conferida no Bandcamp ou Youtube da banda.

Nascida em 2011, por figuras já conhecidas no cenário independente do nordeste do país, Born to Freedom traz toda a experiência de gente que leva o hardcore não só com palavras, mas como filosofia de vida e algo além disso.

Podemos recomendar Life is Movement tranquilamente? Cara, não sei nem o que você tá fazendo lendo isso aqui. Ouça logo e não perca mais tempo.

Ouçam o disco: http://migre.me/uL6ZY

Facebook: www.facebook.com/borntofreedom.hc

Bandcamp: borntofreedom.bandcamp.com

Gostou desse Post? Compartilhe!

Sobre o autor

Maurício Martins

Jornalista, pai da Maria Stella, fã de quadrinhos e ficção científica. Aficionado por música, especialmente pelo punk e hardcore. Também é idealizador e editor do Nada Pop.

%d blogueiros gostam disto: