segunda-feira, 11 de dezembro de 2017
Nada Pop

5 perguntas para Marcão (Dead Fish e Ação Direta)

Marco Antonio Melloni, mais conhecido como Marcão, é baterista do Dead Fish desde 2009. Nos anos 80, fez parte da banda de metal Slaughter, no ABC paulista, e em seguida entrou para o Ação Direta, banda que integra até hoje. Marcão é reconhecidamente um batera de pegada e velocidade, deu um novo gás no DF e se mantém entre os melhores músicos de nossa atualidade.

5 perguntas para Marcão (Dead Fish e Ação Direta)

NADA POP – Quais são os bateristas que você mais admira no mundo?

MARCÃO – Dave Lombardo (Slayer, Testament, Fantômas, entre outras), Nicko Mcbrain (Iron Maiden), Paul Bostaph (Slayer, Exodus, Testament), Mikkey Dee (Motörhead, King Diamond), Danny Herrera (Napalm Death). Muita influência quando comecei a tocar.

NADA POP – O que é capaz de irritar você em um show?

MARCÃO – O público conseguir estragar o show. Exemplo: em vez de curtir o show, subir no palco e pular (subir e pular) ficar sapateando e pisando nos pedais e querendo fazer fotinho, isso é uma merda.

NADA POP – O que você considera bom e ruim dentro do atual cenário musical do país?

MARCÃO – Isso é muito complexo bom e ruim, o que pode ser ruim pra mim pode ser bom pra outros , mas tem muita banda boa aparecendo e isso alimenta o cenário.

NADA POP – Quais as barreiras que você enfrentou até se tornar músico profissional?

MARCÃO – O começar nunca é fácil, mas na verdade eu nem sabia que estava começando uma história de muito rock na minha vida há 31 anos atrás. Viagens longas de busão de linha carregando pedal prato e caixa na mão sem bag, sem porra nenhuma, pratos enrolado no cobertor, ficar jogado na rodoviária esperando ônibus pra voltar do interior pra capital, receber o cachê dentro de uma garrafa de plástico e o contratante bêbado falando que fez o show só pra ver a banda porque era muito fã, comer o que tiver e não o que quiser, principalmente nas tour europeias e muitas outras. Mas parar jamais.

NADA POP – Indique três bandas novas que você está ouvindo atualmente.

MARCÃO – Escuto mais bandas antigas do que novas. Nem tão nova assim: Cavalera Conspiracy, Aborted, Napalm Death, Slayer, Sodom, Destruction, Kreator e assim vai. Bandas novas que gosto muito: Voodoopriest e Statues on Fire.

Gostou desse Post? Compartilhe!

Sobre o autor

Maurício Martins

Jornalista, pai da Maria Stella, fã de quadrinhos e ficção científica. Aficionado por música, especialmente pelo punk e hardcore. Também é idealizador e editor do Nada Pop.