sexta-feira, 28 de julho de 2017
Nada Pop

#038 – Os 10 álbuns de Thiago Testa e Enrico Herrera (Meninos da Podrera)

Thiago Testa (esqu.) e Enrico Herrera (dir.). Juntos apresentam o programa no YouTube Meninos da Podrera – Foto: Melina Kato

O canal Meninos da Podrera se resume assim: “2 mininu bão, falando de hardcore gourmet, black metal universitário, viola com chifres, grindcore ostentação, sem conhecimento algum no assunto”. Se você ainda não conhece ou não é inscrito no canal, não perca mais tempo – basta clicar AQUI.

A verdade é que Thiago “Testa” e Enrico Herrera são dois caras fãs de barulho e que em 2015 criaram um dos melhores canais de entrevista do YouTube voltado para a cena underground, ou seja, da galera que se fode muito para fazer aquilo que realmente gosta e do jeito que quer. Já passaram pelo programa nomes como Rodrigo Lima (Dead Fish), André Alves (Nitrominds e Statues on Fire), Badauí (CPM22), Mozine (Mukeka di Rato e Laja Records), Arthur (Flicts), Luka (89FM) e muitos outros nomes conhecidos (ou não) do hardcore e rock nacional.

Tudo isso ao som de algumas cantigas caipiras e músicas sertanejas de raiz (nada de sertanejo Nutella). Os caras também trazem novidades sobre os lançamentos das bandas mais podres do mundo e inventam de vez em quando algumas maluquices no canal.

Na última segunda-feira (7/3), o programa voltou para mais uma temporada de entrevistas. O bom é que você nunca imagina quem é o entrevistado da semana. Nesse primeiro episódio de 2017 os caras bateram um papo com o Supla. A entrevista completa você pode conferir no vídeo acima.

Abaixo você confere os cinco álbuns mais importantes para cada um deles. Fizemos essa divisão simplesmente para não ficar tão extensa a lista com dois convidados. Portanto, foi cinco álbuns para cada um. Se escolher 10 já é difícil, imagine então apenas cinco? Confira os álbuns abaixo e não deixe de curtir, comentar e compartilhar – isso é muito importante para o site!

038 – Os 10 álbuns de Thiago Testa e Enrico Herrera (Meninos da Podrera)

OS ÁLBUNS DE THIAGO TESTA

01 – RACIONAIS MC´S – RAIO X DO BRASIL (1993)

Meu primeiro contato com a música de protesto, me lembro na infância, devia ter por volta de 11 ou 12 anos. Tinha um vizinho que era B-boy e ele sempre se reunia com a “crew” dele para dançar no quintal e ficava ouvindo esse disco por horas e horas. Eu pirava no som, ainda não sabia o porquê, mas tinha algo ali que falava mais alto, apesar de curtir tudo aquilo sentia faltava um “punch”. Esse “punch” que encontrei quando conheci a tal da música estilo rock.

02 – MORTAL KOMBAT – SOUNDTRACK (1995)

Eu comecei a gostar de música rock por causa de videogame, mais precisamente pelo jogo Rock N’ Roll Racing, mas foi essa trilha sonora que me apresentou bandas como Napalm Death, Type O Negative, KMFDM, Orbital entre outras, depois disso foi só ladeira abaixo. Lembro de ouvir todo dia bem alto, alugar o VHS e ficar tentando identificar em qual parte do filme cada música aparecia.

03 – IRON MAIDEN – PIECE OF MIND (1983)

Minha formação rockeira (além do videogame) se fez na época da escola junto com os amigos e esse era um dos discos que ouvíamos muito após a aula, o primeiro com Nicko McBrain e o segundo com Bruce Dickinson, o início da melhor formação da Donzela de Ferro, cheio de hits metaleiros, perfeito para envergonhar a família fazendo air guitar.

04 – RAMONES – ROCKET TO RUSSIA (1997)

Não me lembro exatamente como conheci esse disco, provavelmente foi na escola, sei lá, mas sei que quando eu o ouvi pela primeira vez estragou (da melhor maneira possível) a minha vida. Aquele som cru, tosco, aquela capa com aqueles seres humanos vestidos iguais era tudo o que eu queria ser.

05 – RATOS DE PORÃO – AO VIVO (1992)

Eu amo discos ao vivo e esse é um clássico à parte, bruto, veloz, sem massagem, um dos melhores da discografia do Ratos. Depois assistir o Guidable e ver os depoimentos que os caras gravaram isso ~drenados~ só me faz amar cada vez mais essa coisa linda.

OS ÁLBUNS DE ENRICO HERRERA

01 – BEASTIE BOYS – LICENSED TO III (1986)

Essa é das minhas bandas favoritas de todos os tempos. Um dos primeiros discos que comprei quando iniciei minha humilde coleção de vinis. Sempre ouço esse disco.

02 – TURBONEGRO – APOCALYPSE DUDES (1998)

Fui conhecer o Turbonegro através de um CD de tributos (Alpha Motherfuckers), onde o Hot Water Music faz uma versão de “Prince of the Rodeo”. Esse disco e o “Ass Cobra” são os meus favoritos dessa banda maravilhosa.

03 – MUKEKA DI RATO – GAIOLA (1999)

Conheci o Mukeka pela musica de “Minha Escolinha” , apresentada por um amigo na época da escola, mas foi esse disco que me fez ser essa pessoa esquisita que sou. Ouvi demais, demais… Pra mim uma das obras primas do HC nacional da minha época. Observação: eu comprei esse CD na lojinha que o Testa tinha lá em Rio Preto (hahaha).

04 – TEST – ESPECIES (2015)

Conseguir ir a 3 shows do Test na tour de lançamento desse disco. É novo mas já considero um clássico, um dos melhores lançamentos do ano e da banda.

05 – ALMIR SATER – INSTRUMENTAL I (1985)

Gosto muito de música instrumental, esse disco é demais, não poderia faltar um toque caipira na minha lista. Ótimo para deixar rolando de som ambiente.

Gostou desse Post? Compartilhe!

Sobre o autor

Maurício Martins

Baixista da banda Luta Civil, jornalista, pai da Maria Stella e fã de quadrinhos e ficção científica (não necessariamente nessa ordem). Também é idealizador do Nada Pop.